Sua saúde

O que é hemorroida? Como saber se tenho? Médicos explicam os sintomas e muito mais sobre a doença

O que é hemorroida? Como saber se tenho essa doença?

Muitas pessoas tem dúvidas básicas sobre hemorroida. Muita gente nem sabe exatamente do que se trata  essa doença. Então, as perguntas mais buscadas são: O que é hemorroida e como saber se tenho? A saber, hemorroidas são veias inchadas, inflamadas e bastante doloridas na região anal. Conforme nos diz o médico especialista em Coloproctologia, Dr. João Ricardo Duda, elas podem ser internas, quando ocorrem dentro na parte interna do ânus ou reto e externas, quando ocorrem na abertura anal, geralmente ficando para fora do ânus.

Como saber se tenho hemorroidas




As hemorroidas incomodam bastante, principalmente se a pessoa ficar muito tempo sentada ou em pé, dependendo do tipo de hemorroida, os sintomas podem variar, como: dor e coceira anal, sangramento ao evacuar (sangue vermelho vivo), prurido anal, um ou mais nódulos endurecidos no ânus (tipo uma bolinha), inchaço e vermelhidão ao redor do ânus, entre outros. Os sintomas podem variar de acordo com a localização, as internas podem não apresentar nenhum sintoma, porém as externas causam muito desconforto.

Causas e Fatores de risco

As hemorroidas são muito comuns e podem acontecer com qualquer pessoa, mas principalmente em pessoas com problemas de constipação intestinal, já que sofrem com a evacuação e fezes endurecidas causando muita pressão nas veias anais, com isso provocando muito inchaço e dores nesta região. A causa mais comum é o esforço a evacuação, porém também podem ser causadas por: resfriados, diarreia crônica, infecções anais, dieta com poucas fibras. Além disso, fatores de risco podem contribuir para o surgimento delas, como: idade avançada, obesidade, gravidez, sexo anal, histórico familiar e genética.



Leia também: Médicos ensinam como identificar se é hemorroida e tiram as 5 maiores dúvidas sobre o assunto

Tipos e Classificação

De acordo com o Dr. João Duda, a hemorroida pode ser interna e externa. Além disso, apresentam uma classificação, dependendo da sua complexidade: Grau 1 – a hemorroida é interna, geralmente pequena; Grau 2 – a hemorroida pode aparecer externamente, mas retorna de forma espontânea; Grau 3 – ela fica para fora, mas é necessário colocar, manualmente, para dentro; Grau 4 – ela fica para fora e não é possível retornar ao normal mesmo com ajuda.



Tratamentos e Cirurgia

O Dr. Arthur Frazão, clínico geral, nos explica que o tratamento pode variar em cada pessoa e depende de vários fatores e causas, porém na maioria dos casos, o tratamento é realizado com medicados, com pomadas vasoconstritoras, analgésicas e anti-inflamatórias. Além disso, a Dra. Nicole Geovana, médica especialista em medicina da família, nos informa que uma boa alimentação rica em fibras pode ajudar na prevenção. Caso os medicamentos não funcionem, é necessária uma cirurgia para resolver o problema.

 

TS / MR / MV

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Topo