Sua saúde

Como saber se tenho Herpes Labial? Médica explica e dá dicas

Como saber se tenho Herpes Labial (na boca)? Médica explica e dá dicas

Poucas pessoas sabem, mas a maioria das pessoas do planeta tem Herpes Labial. Segundo nota da OMS , dois terços da população mundial (67%) tem a variedade mais comum do vírus. Isso quer dizer que 3,7 bilhões de pessoas em todo o mundo têm herpes. Mas, enfim, muita gente tem a dúvida: Como saber se tenho herpes na boca?

Grande parte dessas pessoas, carrega o vírus do herpes simplex do tipo 1 (HSV-1). Esse é o principal causador do Herpes Labial. Entretanto, o vírus simplex tipo 2 (HSV-2), que é o principal causador do herpes genital, também pode causar a herpes labial.




Como saber se tenho o vírus?

A principal característica do vírus do herpes labial é a capacidade de conservar-se em estado latente no tecido nervoso do rosto. Isso quer dizer que depois do vírus entrar no organismo, pode permanecer inativo durante meses ou até anos. Neste tempo não causa qualquer sintoma e a pessoa nem imagina que carrega a carga viral no organismo. De alguma forma, a queda no sistema imunológico permite que surjam os primeiros sinais: coceira e lábio dolorido.

Segundo a dermatologista Dra. Aleksandra Viana, colunista do site Tua Saúde, ainda não se sabe porque, o vírus não se manifesta em algumas pessoas. Mesmo contaminadas, essas pessoas nunca desenvolvem as feridas no lábio. A médica explica como identificar se a ferida na sua boca pode ser o Herpes.

Leia também: É possível pegar hεrpes do batom? Verdade ou mito?



Formigamento e coceira: Dra. Aleksandra explicou que é possível reconhecer que vai ter um episódio de herpes antes das bolhas aparecerem. Segundo ela, a pessoa sentirá um formigamento e uma “coceirinha” chata no lábio.

Vermelhidão: Antes de surgirem as primeiras bolhas e depois do formigamento e coceira, a região onde a ferida surgirá ficará bem vermelha e bastante sensível.

Inchaço e bolhas sensíveis: Agora sim, a região irá ficar meio inchada e dali saírão as primeiras bolhas pequenas juntinhas. Várias bolhas juntas deixarão a região muito delicada e a pessoa sentirá muita dor ao tocar. Essa fase dura cerca de 3 dias.

Ferida com casca: Quando as bolhas estourarem – e elas precisam estourar sozinhas – formará uma crosta (casquinha de ferida). Depois, a cicatrização acontecerá.



Tempo: Sem tratamento, todo esse processo irá durar cerca de duas semanas. Usando cremes ou pomadas antivirais (Aciclovir, Valaciclovir), a dermatologista garante que tudo terminará em no máximo 10 dias.

Existe algum exame?

Sim, seu médico poderá passar exames para saber se você tem o vírus do herpes labial. Ele pode realizar um Teste NAT (Amplificação de Ácidos Nucleicos) coletando uma amostra da região afetada e enviando-a para análise. Ele também pode solicitar exames de sangue para procurar traços do vírus na corrente sanguínea.

Dicas para quem tem herpes

Nunca estoure as bolhas! Como já dito, as bolhas contêm um fluido infeccioso viral. Se você entrar em contato com este líquido na mão, por exemplo, pode contaminar outras pessoas e até passar a infecção para os olhos.

Lave as mãos sempre que tocar na região. O local estará úmido, com vermelhidão em volta da lesão. É uma fase perigosa em relação ao contágio, já que o fluido das bolhas poderá vazar. Por isso, mantenha suas mãos sempre limpas.

Não cutuque a casquinha da ferida depois que a bolha secar. No mesmo local em que houver o rompimento da bolha, uma crosta se formará para proteger a região no processo de cicatrização. Então, jamais tire essa crosta, ela garantirá que você não fique com cicatrizes.

O Herpes Labial já se manifestou em você?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...
WH / TS

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Topo