Alimentação

Uma questão de saúde: Batatas devem ser guardadas na geladeira?

Batatas devem ser guardadas dentro ou fora da geladeira?

Há uma questão bastante discutida entre nutrólogos e biólogos sobre a conservação da batata inglesa (Solanum tuberosum). Esse tubérculo deve ou não ser armazenado na geladeira da nossa casa? A triste notícia, é que não há um consenso. Há problemas relacionados ao armazenamento no refrigerador e ao mesmo tempo, há complicações em manter batatas fora da geladeira. Enfim,  batatas devem ser guardadas dentro ou fora da geladeira?

A batata na geladeira




Em questão de sabor, a batata e outras raízes similares não devem ser armazenadas na geladeira. Isso porque, o amido se transforma em açúcar, mudando não só seu sabor e cor como sua textura, deixando-as mais duras mesmo após o cozimento.

Em questão de saúde, de acordo com a Foods Standards Agency , a batata inglesa não deve ser armazenada na geladeira, pois o açúcar obtido a partir do amido combinam com o aminoácido asparagina durante o cozimento. O resultado disso é uma produção nociva de acrilamida. A acrilamida é um produto químico usado em processos industriais, tais como a produção de papel, tintas e plásticos.

Assim, de acordo com artigo publicado no site do National Cancer Institute, a acrilamida pode ser produzido quando os vegetais que contêm o aminoácido asparagina, como as batatas, são aquecidos a altas temperaturas na presença de certos açúcares. O mesmo artigo cita que estudos feitos em roedores mostraram que a exposição ao produto químico foi associada a vários tipos de câncer.



Batatas fora da geladeira

Assim como diversos estudos sugerem que as batatas inglesas sejam mantidas fora da geladeira, há outros que indicam o contrário. Vamos manter a calma, pois a falta de consenso faz muito sentido.

Sabemos que as batatas quando “amadurecem”, naturalmente a casca fica esverdeada e os brotos começam a surgir. Isso acontece dentro e fora da geladeira. Contudo, quando as batatas são mantidas em temperatura ambiente, elas sofrem este processo mais rapidamente. O grande problema, é que neste estágio de maturação (casca verde com brotos) a batata produz uma substância conhecida como Solanina, um glicoalcaloide tóxico para o organismo humano.

♥ Batata com brotos ou com a casca verde são toxicas e podem envenenar você



De acordo com um estudo publicado na Food And Agriculture Organization, esse glicoalcaloide tem  importante função como mecanismo de defesa contra diferentes patógenos, como vírus, bactérias, fungos e insetos. Por outro lado, a solanina possui toxinas significativas na nutrição humana e animal. O autor do estudo ainda revela que a solanina presente na batata é uma inibidora da colinesterase e causam envenenamento levando ao acúmulo de acetilcolina no tecido nervoso.

Caroline Wright, professora de horticultura da Nottingham Trent University, na Inglaterra, revelou que a primeira reação organismo diante de uma intoxicação por solanina é complicações gastrointestinais, como vômitos, diarreia e dores abdominais e estomacais. Os sintomas secundários incluem alterações neurológicas como alucinações e fortes dores de cabeça. A dose tóxica é de 2-5 mg/ de peso corporal. Os sintomas se manifestam de 8 a 12 horas após a ingestão.

Um artigo publicado no International Journal of Medicine  relatou um caso em que 78 alunos de uma escola nos Estados Unidos foi intoxicado por α-solanina proveniente de batatas com brotos. As batatas foram servidas durante um almoço na escola e desenvolveram brotos depois de terem sido estocadas em sacos que pegaram sol da manhã no verão.

O que fazer, então?

A estocagem da batata inglesa é realmente um problema nutricional e de saúde. A recomendação é que sejam mantidas em local fresco, arejado e escuro, como em um saco de papel aberto na despensa. Isso causará um retardo no brotamento do tubérculo.

No entanto, sabemos que no Brasil, há um clima tropical, sobretudo na região do norte e nordeste do país. É praticamente impossível evitar que as batatas sofram mudanças químicas fora da geladeira. Assim, em dias quentes, estocar batatas na geladeira pode ser a melhor opção.

E por fim, a melhor saída para tal é comprar o mínimo possível de batatas. Nada de encher a despensa com sacos e sacos do tubérculo. Compre o ideal para o consumo dos próximos 4 ou 5 dias. Cuide para que tenha sempre batatas frescas. Evite estoca-las em casa.

food / cancer artigo Lachman et al
Topo