Sua saúde

Acordar com enjoo: Enjoos matinais nem sempre é sinal de gravidez, veja o que pode ser

Acordar com enjoo: Enjoos matinais nem sempre é gravidez. O que pode ser?

Acordar com enjoo é um sintoma extremamente desagradável, até porque, nessa hora, não temos nada no estômago. Caso o vômito aconteça o corpo sofre com náuseas sem conteúdo para expelir. Sempre que uma mulher, de vida sexual ativa, tem enjoos matinais, ela ( e todo mundo!) acha que é gravidez. No entanto, nem sempre a causa é essa. Há doenças importantes que levam a este sintoma e precisam ser diagnosticadas. Veja o que pode ser.

Gravidez, lógico




Como já dito, um dos primeiros sintomas de gravidez é o enjoo, náuseas e vômitos pela manhã. Nem toda mulher tem esse sintoma, no entanto, acontece em 80% das gestações. Alguns especialistas garantem que este sintoma é provocado pelas toxinas que invadem o organismo durante o processo. Outros preferem acreditar que o deslocamento do estômago, vesícula e fígado para acomodar melhor o útero pode ser a principal causa. Também se sabe que nesta fase, a formação do suco gástrico diminui bastante e com isso a digestão fica muito lenta, o que causaria enjoo e prisão de ventre. Assim, se você corre o risco de estar grávida, pode desconfiar deste sintoma como a chegada de um bebê.

Labirintite

A labirintite se caracteriza por uma inflamação no labirinto, local responsável pelas noções de equilíbrio e percepção de posição do nosso corpo. Os sintomas clássicos da doença são: vertigens e tonturas que são relatadas na maioria dos casos. Porém náuseas e vômitos matinais também são um sintoma recorrente. No caso da labirintite, a pessoa já sairá da cama tendo tonturas e enjoo e estes sintomas podem durar o dia todo se não forem devidamente tratados. Além disso, a pessoa poderá sentir ao longo do dia coisas como perda de audição, zumbidos fortes, desequilíbrio e desorientação. Se acordou com enjoo e passou o dia com estes sintomas citados, é bem possível que seja labirintite seja o seu problema.



Intoxicação alimentar

A intoxicação alimentar acontece quando ingerimos alimentos ou bebidas contaminados com bactérias, parasitas e/ou vírus. Um dos primeiros sintomas é o enjoo. Caso a pessoa tenha comido o alimento contaminado a noite, a digestão aconteceu enquanto dormia e o corpo, certamente, já terá reconhecido a toxina e já irá responder com vômitos pela manhã. Às vezes, nem dá tempo de o dia amanhecer e o enjoo, com vômitos e dores abdominais acontecerão de madrugada.



Enxaqueca

De acordo com Dr. Alexandre Feldman, neurologista especialista em enxaqueca, a dor de cabeça é o sintoma mais dramático da enxaqueca, mas não é o único. Enjoo e até vômitos, hipersensibilidade à luz, barulho e cheiros, são alguns dos principais sintomas da enxaqueca. Diante de uma crise, é normal que a pessoa já saia da cama com dor de cabeça e enjoo.

Ressaca

Quando ingerimos bebida alcoólica na noite anterior, é bem comum que uma ressaca nos tire da cama pela manhã. Dor de cabeça, enjoo, indisposição, vontade zero de levantar da cama são os principais sintomas. O metabolismo das mulheres é naturalmente mais lento do que o dos homens. Por isso, a ressaca dura mais nas mulheres do que nos homens. Então, é comum que as mulheres acordem mais enjoadas que os homens depois da bebedeira. O álcool deixa o sistema gástrico irritado e ainda desequilibra o pH do sangue, deixando a pessoa mais propícia a ter enjoos. Nestes casos, é indicado reidratar o organismo com água ou isotônicos.

enxaqueca / vix
Topo