Sua saúde

O que fazer quando temos espinha interna? Dermatologista ensina receita caseira usando saquinho de chá

O que fazer quando temos espinha interna? Dermatologista ensina receita caseira

Independente de ser interna ou não, qualquer tipo de espinha acontece por uma oclusão, há um entupimento do ducto pilo-sebáceo. Isso quer dizer que ocorre uma obstrução do “caninho” por onde saem o pelo e o sebo do corpo. Isso acaba formando um cisto, que dá origem à espinha interna. A maior dúvida é o que fazer. Pode furar? Pode tirar? Você vai aprender uma receita caseira barata, fácil e garantida!

A única diferença entre a espinha normal e a interna é que a espinha interna não erupciona quando se forma, às vezes isso acontece depois de vários dias ou então, nem acontece. Ocorre uma obstrução total da passagem para a pele. Ela não tem saída, justamente por causa da oclusão do orifício.

Há ainda outro agravante: O cisto que se forma por conta da retenção do sebo na pele é colonizado por uma bactéria, conhecida como Propionibacterium acnes, que é a responsável pela inflamação. Essa bactéria provoca a formação do pus com a sensação dolorida e inchaço.




O que fazer?

A dermatologista Dra. Aleksandra Viana, colunista do site Tua Saúde, foi bem clara: Não devemos espremer de jeito nenhum. Mesmo espremendo, será muito difícil remover o pus e o ato de apertar a pele pode provocar o surgimento de manchas escuras e deixar cicatrizes.

♥ Essa moça espremeu uma espinha e a lesão evoluiu para uma celulite infecciosa



A dermatologista ensina uma ótima técnica para tratar mais rápido a espinha interna: o uso de saquinhos de chá preto.

Como fazer: Ferva um sachê de chá preto em cerca de 100 ml de água durante 2 a 3 minutos; coloque o sachê sobre a pele afetada, após deixar a mistura esfriar até ficar morna em por fim, deixe o sachê atuar durante, pelo menos 30 minutos.

Além disso, enquanto estiver sendo “agraciado” com uma espinha interna, há 4 regras, segundo a especialista que você deve seguir: (1) jamais espremer a espinha interna; (2) lavar sempre a região com sabonete antisséptico; (3) usar filtro solar quando sair de casa; (4) Evitar o uso de maquiagem.



tuasaude.com / vix

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Topo