Curiosidades

O problema do esmalte gel: luz ultravioleta causa câncer de pele. Veja como se proteger

O problema do esmalte gel: luz ultravioleta causa câncer de pele. Veja como se proteger

O problema do esmalte gel: luz ultravioleta causa câncer de pele. Veja como se proteger
5 (100%) 1 vote

Depois das famosas unhas gel, a novidade do esmalte gel chegou com tudo no Brasil. A promessa é que a unha fica linda, com brilho intenso e sem descascar por até 20 dias. O problema é que para secagem desse esmalte é preciso deixar as mãos por alguns minutos dentro de uma cabine de luz ultravioleta. Esse tipo de luz, ao que parece, pode ser causadora de um tipo de câncer de pele. Vamos entender agora porque isso acontece e como se proteger.

Os esmaltes gel se tornaram febre dos países asiáticos, Estados Unidos e Europa. Agora, chegando ao Brasil, só vem ganhando adeptas a cada dia. O problema é que dermatologistas alertaram que eles podem causar danos permanentes nas unhas e aumentar o risco de câncer de pele. A cabine usada para secar cada camada do esmalte é repleta de leds de luz ultravioleta. Cada camada do esmalte gel aplicado na unha, é necessário estar com a mão no mínimo por 2 minutos em contato direto com a luz UV. Esse é o problema, segundo os especialistas.




Câncer de pele

Da mesma forma que as câmeras de bronzeamento podem danificar as células da pele, a cabine de luz ultravioleta usada para secar o esmalte gel também o fazem. Quem garantiu isso foi o Dr. Chris Adigun, da Escola de Medicina da Universidade de Nova York (EUA). Ele disse que as mulheres que usam esse produto regularmente, precisam se considerar em maior risco de desenvolver câncer de pele.

Além disso, acredita-se que essas cabines de luz UV não sejam devidamente reguladas e estejam atacando as células da pele com muito mais potência do que o permitido. As consumidoras se quer sabem quanta exposição aos raios estão recebendo.

O assunto é realmente sério. Como nos Estados Unidos, o esmalte gel já tem sido usado há muito mais tempo, já existem casos clinicamente comprovados. Duas mulheres desenvolveram carcinoma nas mãos por excesso de uso da cabine com luz ultravioleta. Elas faziam as unhas com esmalte gel quase toda semana. Nenhuma delas tinha histótico de câncer na família.



O estudo publicado na JAMA Dermatology concluiu que a exposição a luzes UV nas cabines de unhas é um fator de risco para o desenvolvimento de câncer de pele.

♥ Você não vai acreditar em quantas doenças você pode descobrir simplesmente observando o aspecto das suas unhas!

Unhas fracas

Além do risco de câncer, usar o esmalte gel sempre, pode deixar as unhas quebradiças e descamosas. Dr. Adigun confirmou que a composição do esmalte gel tem como característica o enfraquecimento e afinamento da unha.



Segundo ele, ainda não está claro se essa reação nas unhas é de fato por causa da composição do esmalte gel ou se, pode ser devido ao tempo prolongado para retirada dele. Isso porque, para retirar o esmalte gel é preciso mergulhar os dedos em acetona por pelo menos 15 minutos. O especialista disse que a acetona quebra as ligações químicas do esmalte. O resultado é um ressecamento da unha que também pode irritar a pele ao redor.

Como se proteger

Segundo Dr. Adigun uma forma de amenizar os riscos do câncer de pele, é usar um bom filtro solar nas mãos antes de processo. O ideal é passar o filtro, pelo menos 15 minutos antes de colocar as mãos dentro da cabine de luz ultravioleta. O filtro deve ser bem espalhado no dorso das mãos principalmente.

dailymail  Artigo científico: MacFarlane et al

Topo