Sua saúde

Dor na nuca: médicos explicam o que pode ser e o que fazer em cada caso

Dor na nuca: médicos explicam o que pode ser e o que fazer

A dor na nuca não é considerada, a princípio, um sintoma grave. De acordo com o endocrinologista Dr. Ivan Ferreira, colunista do site Médico Responde, normalmente, a dor na nuca é provocada por tensão muscular ou por pressão alta (hipertensão). Contudo, ele diz que uma dor persistente precisa ser averiguada, pois pode se tratar de problemas mais preocupantes, como uma doença neurológica. Em todos os casos é importante saber o que pode ser e o que fazer quando se tem dor na nuca.

O clínico geral Dr. Arthur Frazão, colunista do site Tua Saúde, enumerou as causas comuns que mais levam os pacientes aos consultórios. Apesar de a maioria ser diagnosticada com problema muscular na região ou hipertensão, há outros motivos para tal sintomas.




Pressão alta

Quando a pressão sanguínea sobe repentinamente, o hipertenso pode ser forte ou leve dor na nuca, levando também ao surgimento de outros sintomas como rigidez do pescoço e dor muscular nas costas.

O que fazer: sentindo dor na nuca o melhor a se fazer é checar logo a pressão sanguínea, mesmo antes de tomar qualquer medicamento para dor. Relaxar a agir rápido para diminuir a pressão irá aliviar a dor na nuca.



Torcicolo

É também conhecido como pescoço travado ou pescoço torto. Pode surgir subitamente, após uma noite mal dormida, pequenos traumatismos ou espasmos musculares. Pode acontecer devido a uma contratura ou espasmo de um músculo ou ligamento na região cervical. Esse tipo de lesão sempre causa dor na nuca e no pescoço.

  O que fazer: a dor geralmente melhora, sem qualquer tratamento, após alguns dias. A recomendação médica, segundo Dr. Frazão, é colocar compressas quentes nas costas e no pescoço e descansar. Contudo é bom procurar o médico em casos de limitações de movimento, ou em casos de dor persistente.

  Incômodo nas costas: 5 causas que não são doenças, baseado em estudos científicos



Artrite

A artrite causa inflamação e dor nas articulações, e, por causa disso, muitas pessoas sentem também dores na nuca. A explicação é que nas áreas do pescoço, existem várias articulações entre as vértebras da coluna. Então quando temos uma inflamação nesses locais, a dor pode subir para a nuca.

  O que fazer: somente um reumatologista poderá avaliar e medicar este sintoma. Contudo, Dr. Frazão diz que para evitar que a dor na nuca volte, é importante adotar atividades que ajudam a aliviar o peso sobre as articulações, como hidroginástica, pilaste ou yoga, por exemplo.

Aneurisma

A presença do aneurisma pode acabar pressionando os tecidos ao redor da artéria ou ainda comprimir os nervos da região. Assim, um dos sintomas mais notados quando estes se manifestam é forte dor de cabeça acompanhada de dor e rigidez na nuca. Aliás os sintomas são bastante parecidos com os da meningite.

  O que fazer: a menor suspeita de um aneurisma é uma urgência médica. Não há o que fazer a não ser ir imediatamente ao hospital ou chamar uma ambulância.

Meningite

O principal sintoma da meningite, qualquer que seja a causa (bacteriana ou viral) é a dor de cabeça. Não há uma dor específica de meningite, ela pode ocorrer em qualquer lugar da cabeça, pode ser na frente, na região cervical, nuca, afetar os olhos, latejar. Em alguns casos, a dor pode vir exatamente atrás da cabeça e na nuca. Causando além da forte dor, muita rigidez na região. A pessoa também terá fortes náuseas e vômitos recorrentes.

  O que fazer: a meningite é uma emergência médica. Ela precisa ser tratada o mais rápido possível, pois pode levar ao óbito em pouco tempo. Dores de cabeça forte com rigidez e dor na nuca são os principais sintomas. Vá ao hospital.

tuasaude / medicoresponde

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Topo