Sua saúde

Cosmetólogo alerta: muito cuidado com cosméticos “mutantes” e ensina como identificar um produto estragado que precisa ir para o lixo

Aprenda a identificar quando o cosmético está vencido ou estragado

Aquele creme antirruga, o hidratante facial favorito ou a máscara tonificante para o rosto. Não interessa! Todo mundo tem aquele cosmético do qual não fica sem. Mas, muitas vezes a gente esquece de ver a data da validade, ou simplesmente não fecha direitinho a tampa. Com isso, o produto acaba se alterando.

Seja pelo vencimento ou por oxidação, quando um cosmético estraga não tem escapatória: tem que ir para o lixo, sim. De acordo com o site The Cosmetics, administrado por um Cosmetólogo e Farmacêutico francês, um cosmético vencido pode trazer muitos problemas para a pele. É preciso estar atento a algumas alterações do produto e isso deve ser verificado sempre que você for usar. Além da data de vencimento, você precisa se atentar para cor, cheiro, consistência e presença de fungos e bactérias. Se tiver diferente do original, tem que ir para o lixo!




Mudanças na cor

É verdade que com o tempo acontecem esperadas variações na cor do produto. Com o tempo o amarelamento dos cremes é inevitável e isso é normal. Ou seja, mudar do branco para um tom ligeiramente amarelado não são necessariamente um problema.  no tempo, especialmente se seus produtos estão expostos à luz solar. Agora, se um cosmético originalmente claro (branco, marfim, amarelo) assume uma coloração escura, como chocolate, por exemplo, tem que jogar fora. O que mais causa mudança de cor no produto é contaminação (usar a mão para pegar no pote e não uma espátula), deixar em local quente e iluminado ou com a tampa aberta.

Estudo científico comprova os perigos dos lencinhos umedecidos para bebês. Algumas marcas estão sendo retiradas do mercado!

Cheiro diferente



É normal que os cosméticos percam potência em seus cheiros ao longo do tempo. A própria fragrância é uma mistura complexa de substâncias e que ao longo do tempo, acontecer uma alteração no odor original. A fragrância pode tornar-se menos cheirosa e isso é perfeitamente normal. Por outro lado, se você começasse a perceber um cheiro rançoso, é provável que os óleos que compõem seu produto se tornaram oxidados. Essa é sua sugestão para jogá-lo fora.

Mudança na consistência

Quando passamos muito tempo sem usar um produto, é normal que aconteça, em alguns tipos, uma evidência das fases químicas. Ou seja, uma separação entre a fase gordurosa e a fase aquosa. Nesse caso, uma leve agitação deve cuidar disso e o produto pode nem estar estragado. No entanto, produtos como os protetores solares, quando já essa “separação” das fases do creme, não é bom sinal. Os bloqueadores e protetores solares não podem sofrer essa mudança, pois assim, sua eficácia estará seriamente comprometida.



Jornalista aprova teste para desinflamar espinhas. Ela passou a própria urina no rosto durante vários dias

Bactérias e fungos

Todo produto cosmético tem em sua formulação alguns conservantes, justamente para prevenir a proliferação bacteriana. No entanto, em alguns casos é inevitável que haja uma contaminação desses microrganismos em seus cremes. Assim, se notar qualquer manchinha escura, tipo bolor (fungos), tudo tem que ir para o lixo. Nada de tirar a parte escura e tentar usar o restante, você pode passar uma infecção para sua pele.

thecosmetist
Topo