Estudos e pesquisas

Esta é a geração que menos faz sexo desde a década de 1920, segundo estudo científico

Esta é a geração que menos fornica desde 1920

Nossa geração – nascidos entre 1980 e 1990 – é, segundo estudo publicado na revista científica Archives of S3xual Behavior, a mais sexualmente inativa. Isso quer dizer que a faixa etária de 27 a 37 anos é a que menos tem relações. Além disso, o estudo mostrou que nos anos 1960 os jovens tinham sua primeira relação muito mais cedo do que os jovens de 2010-2017.

A pesquisa sugere que, entre os nascidos nos anos 60, a taxa de pessoas sexualmente inativas era de 6%. Enquanto isso, os nascidos entre 1980 e 1990, o índice chega a 15%.

Tais resultados, surpreenderam até mesmo os experts no assunto. Ao que parece, nossos recursos tecnológicos – aplicativos de paquera e encontros – e a liberdade de ir e vir das moças e rapazes não garantiu que nós transássemos mais do que nossos pais ou avós.




O uso de Viagra® entre os jovens torna-se cada vez mais popular

Outro estudo divulgado pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC), revelou que 41% dos estudantes do ensino médio ainda não tinham tido relações carnais, em comparação com 54% em 1991. O que reafirma que os nascidos nos anos 80 e 90 são mesmo menos ativos.

Opinião dos pesquisadores



A geração atual, conhecida como geração Y, tem hoje um acesso integral à Educação sexual. “Talvez a consciência sobre doenças transmitidas durante o coito. Outra razão, pode ser a facilidade no consumo de material impudico”, disse o psicólogo Ryne Sherman, um dos autores do artigo.

g1  artigo: Jean M. Twenge et al

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Topo