Animais

Isso é Biologia. Isso é genética e ponto final. Cientistas registram chimpanzés “crianças” brincando de bonecas feitas de graveto

Cientistas registram chimpanzés selvagens fêmeas brincando de bonecas

Isso é Biologia. Isso é genética e ponto final. Cientistas registram chimpanzés “crianças” brincando de bonecas feitas de graveto
4 (80%) 5 votes

Um estudo publicado na revista científica Current Biology, é o primeiro a obter evidências de espécies não humanas, selvagens, brincando com “bonecas” rústicas. Os cientistas, da universidade de Harvard registraram que filhotes fêmeas de chimpanzés selvagens parecem tratar pedaços de pau como bonecas. os animais carregam os paus consigo até terem seus próprios filhotes.

Eles também perceberam que machos de chimpanzés são menos suscetíveis a brincar de boneca. O estudo apresenta a primeira evidência de um animal selvagem no qual as brincadeiras de machos e fêmeas são diferentes. A observação durou 14 anos e há registros de que os machos de todas as idades foram mais propensos a utilizar os gravetos como armas. Mas as fêmeas, fora da idade fértil, eram mais suscetíveis a tratar os gravetos como bonecas.


É genética. É biologia

Os especialistas acreditam que o comportamento mostra a diferença na forma como meninos e meninas brincam. Segundo eles, tal comportamento teria um fundo genético. Isso quer dizer que as crianças humanas não estariam simplesmente imitando o comportamento de outras. É possível que elas tragam isso em seus genes. Nas observações, alguns filhotes carregavam os gravetos para o ninho para dormir com elas. Algumas dessas crianças selvagens, construíram um ninho separado para a boneca (graveto).

Wrangham, um dos autores da pesquisa disse que as descobertas esclarecem os mecanismos biológicos subjacentes à preferência infantil por brinquedos. “Os chimpanzés não foram socializados para brincar com os gravetos de maneiras diferentes só porque são machos ou fêmeas”, explicou em entrevista ao Discovery Channel. Ela ainda diz que sua pesquisa apoia as novas descobertas. Além disso, sugere adicionalmente uma base biológica para as diferenças sexuais em humanos.




Cabe a nós agora, tentar compreender, com base nessas informações o que é correto e o que não é correto dentro da nova ideologia de gênero. A Ideologia de Gênero prega que os sexos masculino e feminino são considerados construções culturais e sociais. Este estudo, evidencia que há fundamento biológico e genético nessa questão. Não há como negar!

oglobo / nationalgeographic  Artigo: Kahlenberg & Wrangham

Novidades

Topo