Sua saúde

Garganta vermelha, ardendo, tosse seca e irritativa. Médico ensina o que fazer para curar garganta inflamada em casa

Normalmente garganta inflamada não é motivo algum para preocupação e pode ser resolvida, na maioria das vezes, com tratamentos caseiros. Mas é preciso ficar atento, pois uma piora pode causar uma infecção com pus e aí, somente o médico poderá ajudar com o tratamento adequado.

O problema pode surgir quando há uma exposição prolongada ao frio, seja ele natural ou ar-condicionado e ventilador. A garganta inflamada pode gerar sintomas como ardência na garganta, tosse seca e irritativa e dificuldade para engolir. Geralmente há uma piora a noite com a garganta arranhando, a tosse intensa e dolorida.

Dr. Arthur Frazão, Clínico geral, revelou ao site Tua Saúde, que há formas de resolver esse problema em casa mesmo, tendo muita atenção para a presença de febre, caso aconteça, vá ao médico. É importante manter o repouso pois isso ajudará o seu sistema imunológico a se reforçar. Quanto aos inconvenientes dos sintomas ele sugere as seguintes saídas:




Gargarejo com água morna e sal: Esse é clássico e já explicamos aqui porque este “truque” caseiro é tão eficaz e é receitado a todo momento por especialistas. Essa mistura possui propriedades antimicrobianas que ajudam a eliminar os microrganismos da garganta, diminuindo os sintomas.

Tomar o chá de limão com mel e gengibre 2 vezes por dia: possui propriedades antibacterianas e é rico em vitamina C, que fortalece as defesas naturais do organismo. Para fazer o chá, basta acrescentar a 1 xícara de água fervente 1 limão fatiado e 1 cm de gengibre, esperando cerca de 15 minutos. A seguir, coar e adoçar com mel. Tome quente ou morno.







Tomar a vitamina de morango com mel: o morango possui vitamina C que ajuda a aumentar as defesas do organismo e o mel lubrifica a garganta, ajudando a reduzir a dor e a inflamação. Para fazer esta vitamina deve-se bater no liquidificador 1 copo de leite e 6 morangos, acrescentando depois 1 colher de mel.

Alertamos que se a febre acontecer, ou não houver melhora dos sintomas em 72 horas, procure um médico para evitar o agravamento do quadro.

tuasaude

Atenção: O material neste site é fornecido apenas para fins educacionais, e não deve ser usado para conselhos médicos, diagnósticos ou tratamentos. 


Topo