Animais

Pessoas encontraram essa criatura formada por massa gelatinosa parecida com um cérebro. Que isso, gente?

Pessoas encontraram essa criatura formada por massa gelatinosa parecida com um cérebro. Que isso, gente?
Esse texto foi informativo para você?

Se você se deparasse com uma “coisa” dessas enquanto passeasse por um lago muito pouco visitado, ia certamente duvidar que não fosse um extraterrestre. A criatura, poderia ser um fungo, afinal, existem fungos tão incomuns, não é? Mas não é fungo. Poderia ser algum vegetal, como estava na água, talvez uma alga diferentona. Mas não é vegetal.

Trata-se de uma colônia de Briozoários, aquele tipo de bicho que “passa batido” durante as aulas de Zoologia, que não parecem ter graça nenhuma, até que você os encontre por aí. São minúsculos animais invertebrados coloniais, bastante comuns no mar, mas que ocorrem também em água doce, como este encontrado em um Lago no Parque Stanley em Vancouver, no Canadá.


Colônias de briozoários crescem a partir de um único indivíduo, que após sua fase larval livre se fixa em algum substrato sólido, e começa sua reprodução assexuada, sendo, então, clones de um único animal. A espécie encontrada no lago, pertence a espécie Pectinatella magnifica. Esses produzem uma matriz gelatinosa no zooecium, formando grandes colônias arredondas e translúcidas parecidas com “cérebros”. Os registros fósseis desses seres datam de antigos briozoários marinhos de até 470 milhões de anos.

Então, quem torceu para que a criatura diferentona fosse um ET, perdeu seu tempo. Nem mesmo esta espécie poderá ser vista por aqui. No Brasil não há registro de Briozoários do gênero Pectinatella.

Uma grande colônia do briozoário Pectinella magnifica, fotografada no Lago Table Rock, Missouri (esta espécie não ocorre no Brasil)

 

planetainvertebrados / hypescience

Novidades

Topo