Sua saúde

Médico ensina como descobrir se seu filho pequeno está com infecção urinária

Médico ensina como descobrir se seu filho pequeno está com infecção urinária
Esse texto foi útil para você?

A cistite é o tipo mais frequente de infecção urinária. Ela atinge a bexiga, e os sintomas incluem vontade de fazer xixi a todo momento, além de ardência e sangramento ao urinar. Antibiótico, analgésico e hidratação costumam dar conta do recado.

No entanto, nas crianças, até que você descubra a doença, o problema já pode estar evoluindo para algo mais sério como uma pielonefrite, que é quando a bactéria viaja pelo sistema urinário e chega na bexiga.


Algumas dicas podem ser úteis nestes casos. No caso dos bebês, que ainda usam fraldas, e não controlam as idas ao banheiro, eles ficam bem susceptíveis a infecções no trato urinário e por isso, a atenção deve ser redobrada, pois as bactérias do coco podem, facilmente, migrar para a uretra causando infecção.

Segundo Dr. Marco Aurélio presidente do Departamento Científico de Infectologia da Sociedade Brasileira de Pediatria, explicou no site da Abril, que é preciso ficar de ficar de olho, na temperatura do corpo e em situações como perda de apetite e vômitos. Nos maiorzinhos, a dica é observar as idas ao banheiro. Se a criança fizer xixi “pingadinho” (aos pouquinhos), deixar escapar ou se você notar que a urina estiver estranha, leve-a ao médico.

O médico ensina então que é preciso tomar as seguintes medidas protetoras:

Bumbum limpinho: Ao trocar as fraldas, limpe da região genital para o ânus, nunca o contrário. Certifique que não deixou resíduos.

Olho no banheiro: Preste muita atenção à cor e a quantidade de xixi. Crianças devem urinar pelo menos a cada três horas e evacuar pelo menos uma vez no dia.

Febre: Se a temperatura subir e não houver outro sintoma aparente, investigue junto ao pediatra.

Sem fimose: A circuncisão protege contra a cistite: a incidência é de menos que 10% em meninos circuncidados.

saude

Novidades

Topo