Sua saúde

Essa moça espremeu uma espinha e a lesão evoluiu para uma celulite infecciosa

Katie Wright começou a sentir dor perto da sobrancelha e notou uma mancha. Depois de alguns dias, a coisa parecia maior e mais feio e então um dia depois do banho ela resolveu espremer, na esperança que ficasse melhor. Mas ao invés disso, ficou muito pior. O local ficou extremamente quente, e do nada começou a inchar muito. A dor era algo indescritível.

Ela tomou então um ibuprofeno, colocou uma bolsa de gelo no local e foi dormir. No dia seguinte a visão de terror foi o que ela viu no espelho. Seu rosto estava desfigurado e uma secreção purulenta com sangue escorria. Seu pescoço estava rígido, sua boca formigava.


Katie correu para a emergência onde descobriu que o ponto dolorido na sua testa não era mais uma espinha e sim uma lesão de “fibroedema gelóide”, também, conhecida como “celulite infecciosa”.

A celulite infecciosa é uma infecção que atinge as camadas mais profundas da pele, e é causada pela entrada de bactérias no organismo, como Streptococcus pyogenes ou Staphylococcus aureus, através de uma ferida como queimadura, corte, acne ou picada de inseto, por exemplo.

O tratamento precisa ser imediato, pois pode com poucas horas alcançar os tecidos abaixo da pele e se espalhar pelos linfonodos partindo para a corrente sanguínea. Nestes casos, pode haver uma septicemia, uma infecção geral do organismo que pode levar a morte.

O dermatologista Dr. Adam Friedman, alertou que essa doença, quando afeta o rosto é geralmente causado por pincéis de maquiagem sujos, maquiagem vencida sobre espinhas. Segundo o site Today, o caso de Katie foi este: ela desenvolveria uma espinha, mas ao passar maquiagem contaminada pode ter levado bactérias para dentro da lesão, o que evoluiu para o fibroedema gelóide.

Lavem seus pincéis e joguem fora suas maquiagens vencidas. Não se arrisque!

today / healthline / tuasaude

Acesse nosso novo site! data-recalc-dims=

Novidades

Topo