Curiosidades

Pescadores encontram barco à deriva com corpo perfeitamente mumificado desde 2009

Pescadores encontram barco à deriva com corpo perfeitamente mumificado desde 2009
Esse texto foi útil para você?

Durante um dia comum de pescaria, próximo a Borobo extremo oeste de Filipinas, pescadores avistaram uma embarcação à deriva que parecia já bastante danificada pelo tempo. A surpresa foi grande quando adentraram ao iate e encontraram um corpo mumificado debruçado sobre a mesa do rádio.

A descoberta feita em 25 de fevereiro de 2016 revelou um mistério para a família de Manfred Fritz Bajorat de 59 anos, um aventureiro desaparecido desde 2009, quando fez o último contato com amigos.


A confirmação da identidade do corpo foi feita através de um exame de DNA comparado com sua filha e a autópsia afirmou que  Manfred morreu de infarto agudo do miocárdio. Sua esposa não chegou a saber do que havia acontecido com o marido, pois, segundo o Daily Mail, ela faleceu um ano depois do seu desaparecimento.

Manfred teve seu último contato em 2009, mas o corpo só foi encontrado 7 anos depois.

O professor Frank Ruhli, diretor do Instituto de Medicina Evolutiva da Universidade de Zurique, explicou como poderia ter ocorrido a mumificação do corpo. Em resumo, ele disse, que houve uma desidratação dos tecidos, levando ao encolhimento das células. O sal e o ar salgado, além do fluxo constante de ar, ajudam na mumificação natural. Assim que a mumificação se concretiza, o processo de decomposição é interrompido e a condição mumificada pode assim durar quase indefinidamente. O cabelo mumificado também está seco e, assim, permanece como está.

Veja o vídeo do momento em que a embarcação foi encontrada

 

dailymail

Novidades

Topo