Gravidez

Mãe com Rh positivo e pai com Rh negativo, tem incompatibilidade? Tem problema para o bebê? O pai ou a mãe precisam tomar vacina?

Mãe com Rh positivo e pai com Rh negativo, tem incompatibilidade? Tem problema para o bebê? O pai ou a mãe precisam tomar vacina?
5 (100%) 1 vote

Quando uma mulher engravida e vai iniciar o pré-natal, a primeira coisa que o médico faz é passar uma série de exames, dentre eles, a tipagem sanguínea, para descobrir qual é o grupo sanguíneo (A, B, AB ou O) da mãe e seu fator Rh positivo ou negativo.

Quem é Rh positivo possui uma proteína chamada antígeno D na superfície dos glóbulos vermelhos. Quem não tem esse antígeno é Rh negativo. Saber o Rh da mãe é importantíssimo, pois se a mãe for Rh negativo e o bebê for Rh positivo (a criança pode herdar essa característica se o pai for Rh positivo). Se o sangue do bebê entrar na sua corrente sanguínea, seu sistema imunológico pode reagir contra o antígeno D do sangue do bebê, como se ele fosse um “invasor”, e produzir anticorpos contra ele.


Na primeira gravidez nada acontece, mas na segunda, o bebê pode ser atacado. É por isso que as mães com Rh negativo precisam tomar uma substância chamada imunoglobulina anti-D, que é dada na forma de injeção muscular, normalmente na coxa.

Nas e quando o pai é Rh- e a mãe é Rh+? Tem incompatibilidade?

A resposta é NÃO.  Se o pai não tem o antígeno D (Rh-) e a mãe o tem (Rh+), nenhuma incompatibilidade sanguínea acontecerá. Não importa qual o grupo sanguíneo. Aliás, é bom que se esclareça: Pessoas de grupos sanguíneos diferentes podem ter filhos sem se preocupar. Não há incompatibilidade para os grupos sanguíneos (A, B, AB ou O).

O problema somente existe quando a MÃE tem o Rh negativo e o pai tem Rh positivo. Caso contrário, nenhum problema. O bebê não tem chances de ter qualquer doença de incompati9bilidade sanguínea.

A injeção citada acima, só será administrada na mãe se o fator Rh dela for negativo. O pai não precisa de nenhuma medicação.

Pais com o Rh igual podem ter filhos com problemas?

Existem casos, MUITO RAROS, que mesmo que os pais tenham o Rh igual, a criança nasce com alguma doença hemolítica. Isso ocorre por conta de incompatibilidade do sistema ABO, que normalmente não desenvolve doenças graves, no máximo uma icterícia leve, coloração amarelada na pele que pode ser corrigida com tratamento fototerápico no berçário.

 

babycenter / guiadobebe

Novidades

Topo