Sua saúde

Estudo científico comprova os perigos dos lencinhos umedecidos para bebês. Algumas marcas estão sendo retiradas do mercado!

Algumas mães já não sabem mais viver sem os lencinhos umedecidos. Eles não servem apenas para limpar o bumbum e quem é mãe sabe que pode salvar o dia em caso de “emergências”.

Agora, uma doutora em dermatologia da Universidade de Connecticut, Mary Wu Chang, revelou depois de um estudo científico que os lencinhos para bebês podem desencadear alergias e eczema graves.  Todas as áreas do corpo que entrem em contato com o produto podem desenvolver dermatite alérgica e sinéquias valvulares nas meninas (o que significa a aderência dos lábios menores da vulva um ao outro).


De acordo com a especialista a culpa do perigo destes lencinhos é um tipo de conservante geralmente usado em produtos para o cuidado pessoal, cosméticos e para o lar. Segundo o site da Academia Americana de Pediatria, é o conservante metilisotiazolinona (MI) que quando utilizado em uma determinada concentração, aumenta as chances de alergias, dermatite e irritações na pele.

Por enquanto apenas algumas marcas estão sendo retirados do mercado nos Estados Unidos.

O que fazer, então?

Bem, na verdade, existem várias formas de substituir os lencinhos umedecidos na hora da troca da fralda do bebê, bem como em situações emergenciais com crianças. Mas se você é uma das pessoas que não sabe o que fazer sem o produto, compre marcas que não tem o componente mencionado – metilisotiazolinona (MI). Mesmo assim, tente usá-los apenas raramente ou em casos de emergência e nunca use os lenços umedecidos na pele do rosto do seu bebê.

Leitura recomendada: Alerta: Agente microbiano encontrado nos lenços umedecidos pode provocar graves crises alérgicas

familia

Acesse nosso novo site! data-recalc-dims=

Novidades

Topo