Doenças

Se você vai desenvolver Alzheimer, seu cérebro já começa a encolher 10 anos antes dos primeiros sintomas, diz estudo

Se você vai desenvolver Alzheimer, seu cérebro já começa a encolher 10 anos antes dos primeiros sintomas, diz estudo
Esse texto foi útil para você?

O Alzheimer é causado como resultado de disfunções proteicas das placas senis e dos emaranhados neurofibrilares do cérebro. Quando isso acorre, há vários episódios de morte em massa de neurônios e, portanto, redução de seu tamanho.

No estágio inicial, aparecem pequenas dificuldades de raciocínio, desorientação espacial e problemas com a linguagem, esquecimento de palavras, por exemplo. Nos estágios leve e moderado, os lapsos de memória são mais comuns e o raciocínio é incompleto. É comum haver confusões sobre eventos do passado distante com o passado recente e dificuldade em lidar com dinheiro. E por fim, o estágio grave, quando há pouco a se fazer. Ocorre a esquece como falar, não reconhece pessoas próximas e perde a capacidade de atividades fisiológicas, como alimentação ou evacuação.


O citado acima, representa o que era conhecido até agora sobre a evolução da doença. No entanto, um estudo publicado na revista científica Neurology descobriu quando os primeiros sintomas do Alzheimer começam a dar sinal, o cérebro do paciente já está comprometido com os efeitos da enfermidade há pelo menos uma década. Isso quer dizer, que muito antes dos sinais de “demência”, esquecimentos, confusões mentais, o cérebro já vem sendo encolhido.

O estudo acompanhou 65 pessoas por 11 anos. Dessas, apenas 15 desenvolveram a doença e foi comprovado, que realmente existe uma relação entre a diminuição do volume da atividade cerebral e o surgimento do Alzheimer com até dez anos de antecedência. Bradford Dickerson, autor do estudo, foi descoberto também que  os pacientes que tinham o marcador do Alzheimer no cérebro, eram três vezes mais propensos a desenvolver demência nos 10 anos seguintes do que os outros.

vix  artigo: Dickerson et al

Novidades

Topo