Animais

Quando a pessoa não supera a perda: Esta mulher acredita que o bezerro é a reencarnação do marido morto. “Vou ficar com ele até o fim”, disse

Algumas pessoas realmente têm dificuldades de lidar coma perda de um ente querido. Depois de mostramos o homem que mumificou o corpo da esposa e dorme com ela todos os dias, agora temos aqui outro exemplo do que os psicólogos chamam de “insanidade da perda”.

Khim Hang, uma mulher do Camboja com 74 anos, perdeu o marido, mas o luto só durou 1 ano. Isso porque, nasceu na sua propriedade um bezerro que ela jura ser a reencarnação de seu amado. Desde então, Khim parou de sofrer o luto e canalizou todas as suas energias em cuidar do bezerro, que segundo ela, tem a alma do seu marido falecido.


O bezerro, que só lambe pessoas da família e tem apego especial por Khim, foi levado a uma médium e, segundo a mulher, a alma do marido morto incorporado no bezerro e revelou: “Eu sou seu marido”. “Então notei que o bezerro lambeu meu cabelo, depois meu pescoço e por fim me beijou, fazendo eu realmente acreditar que se trata de meu marido”, disse a viúva.

A partir daí o animal tem sido tratado com regalias. Ele dorme da cama que pertencia ao marido e um altar com fotos e flores foi construído. Khim promete que vai cuidar do animal até o fim de sua vida e fez seus filhos jurarem que farão o mesmo assim que ela também partir.

A psicologia diz que em alguns casos, existem indivíduos que enlouquecem de forma inesperada por algum acontecimento que serve de gatilho para um grande surto. Hoje existem tratamentos como a terapia do luto que ajuda quem sofre essa perda a buscar dentro de si o que ainda dá sentido à sua vida, para reconstruí-la. Pessoas com tanas dificuldades de superação mereciam este tipo de tratamento.

megacurioso

Novidades

Topo