Animais

Jurassic Park estava errado: Pesquisadores provam que o T-rex não podia correr, se o fizesse quebraria as duas pernas

Jurassic Park estava errado: Pesquisadores provam que o T-rex não podia correr, se o fizesse quebraria as duas pernas
Esse texto foi útil para você?

E mais uma vez os estudos científicos fazem comprovações que destroem nosso imaginário. Aquela famosa cena dos personagens de Jurassic Park sendo perseguidos pelo T-rex não passa de balela. A revelação é de um estudo científico realizado na Universidade de Manchester e publicado no periódico PeerJ.

Utilizando um modelo anatômico em computador de um tiranossauro de 7 toneladas, o peso médio estimado dos adultos, eles testaram o impacto no esqueleto provocado pela locomoção a diferentes velocidades. A equipe descobriu que não poderia suportar uma corrida sem que ocorresse uma fratura nos ossos das duas pernas.


Estudos anteriores apontavam que o dinossauro poderia atingir até 72 km/h, mas muitos pesquisadores já duvidavam de que o animal pudesse alcançar essa velocidade. Segundo o paleontólogo William Sellers, primeiro autor do estudo, o modelo biomecânico computorizado mostra que se um tiranossauro tivesse tentado correr, os ossos das suas pernas iriam se dobrar sob o seu próprio peso.

O que o modelo computadorizado mostrou é que a velocidade máxima do mais famoso dinossauro, seria de cerca de 27 km/h. Sabemos que o Usain Bolt já atingiu 43 km/h. Então, será preciso revisar várias cenas de filmes famosos, uma vez que, agora ficou provado: o homem corre muito mais depressa que o Tyrannosaurus rex.

sputniknews
⚠️ ATENÇÃO  Nosso novo site, especial para mulheres, já está no ar. Acesse Diário Mulher. 🌸

Novidades

Topo