Alimentação

A verdade “nua e crua” sobre a carne de porco. Esqueça tudo que sempre te disseram!

A verdade “nua e crua” sobre a carne de porco. Esqueça tudo que sempre te disseram!
Esse texto foi útil para você?

O consumo da carne de porco ainda é alvo de muitas dúvidas. Desde sempre ouvimos falar que esta é a pior carne para a dieta, para o colesterol. Mas, enfim, a verdade é que especialistas indicam que esse alimento é uma fonte rica de proteína e, dependendo do corte e da forma de preparo, pode ser mais saudável que a carne de gado ou de frango.

No entanto, uma pesquisa da USP, de 2014, apontou que essa carne ainda tem pouca participação na dieta nacional: cada brasileiro consome, em média, 13Kg por ano — contra 37Kg de frango e 36Kg de carne bovina.  Veja a seguir verdade que você realmente não sabia sobre a carne suína.


1- Não é gordurosa e tem menos colesterol

Um estudo realizado pelo United States Department of Agriculture (USDA ) revelou que na verdade, a carne de porco menor teor de colesterol, sódio e potássio em comparação com as carnes de boi e frango. Um pedaço de lombo suíno, por exemplo, em comparação com a coxa de frango, pode ser bem mais saudável em termos de taxas de colesterol. É claro, que tudo depende do corte escolhido, ou seja, um pedaço de bacon, obviamente é mais gorduroso do que um bife de filé mignon bovino.

2- Não engorda

Estudos recentes indicam que houve uma alteração positiva na qualidade da carne de porco, que pode apresentar atualmente menos índices de gorduras saturadas. Isso se deve a programas de melhoramento da alimentação dos animais e à presença de cortes mais magros da carne. Mais uma vez isso depende muito do corte escolhido para consumo. O filé suíno (100 g), por exemplo, tem 55% mais calorias do que a mesma quantidade de lombo, e ainda possui 30% mais lipídios (gorduras).

3- Pode ter 25% menos calorias que a carne de frango

De acordo com artigo divulgado na Revista Boa Forma, uma porção de 85 g de lombo de porco magro possui 102 calorias, sendo apenas 2,9 gramas de gordura e 17,9 gramas de proteína. Já uma porção de frango assado sem pele de 85 gramas possui 141 calorias, sendo 3 gramas de gordura e 26,4 gramas de proteína. Sendo assim, essa comparação demonstra que a carne de porco tem 25% menos calorias e é mais baixa em gordura total do que o frango, que é considerado um dos alimentos mais magros para serem consumidos. Além disso, a carne de porco não apresenta gordura trans, sendo, portanto, uma opção saudável quando consumida de vez em quando, em pequenas porções e em cortes magros.

4- Não provoca alergias

 É fato que as alergias de origem alimentar estão relacionadas às proteínas. Mas, embora a carne suína seja fonte deste nutriente, ela não apresenta um índice tão elevado de reações alérgicas. Já os produtos embutidos, feitos a partir de carne de porco, levam em sua composição alguns componentes químicos que podem desencadear quadros alérgicos, embora não estejam diretamente relacionados à carne suína.

5- Pode ser incluída em dietas de emagrecimento

O segredo para consumir carne de porco sem engordar é não exagerar na quantidade e, principalmente, escolher cortes magros. O ideal então é optar, por exemplo, pelo lombo do porco, que é a região mais saudável para ser ingerida. Lombo, bisteca e pernil são consideradas as opções mais magras. Uma desvantagem presente na carne de porco magra e, na verdade, em qualquer outra carne animal magra é que ao cozinhar pode facilmente ressecar.

 

Atenção: alertamos que em casos de alguns problemas de saúde, como a Doença de Chron, por exemplo, não é recomendo ingerir carne de porco, nem mesmo seus cortes mais magros.

Fonte: mundoboaforma/ clicrbs

Novidades

Topo