Estudos e pesquisas

Não há o que fazer, o processo já começou: Ondas mortais de calor irão atingir 74% do planeta nos próximos 80 anos. O Brasil será afetado por temperaturas fatais

Não há o que fazer, o processo já começou: Ondas mortais de calor irão atingir 74% do planeta nos próximos 80 anos. O Brasil será afetado por temperaturas fatais
Esse texto foi útil para você?

Se você é daqueles que anda agoniado com o aumento das temperaturas nos últimos verões, a notícia não é boa: isso vai piorar muito. Um estudo publicado na revista Nature Climate Change, até o fim do século boa parte do mundo será afetada por ondas de calor letais.

Cerca de 75% da população mundial sofrerá com altas temperaturas. Isso não significa que todos morrerão, mas que há grande potencial de dano à vida. Regiões tropicais seriam as mais prejudicadas porque esses ambientes são quentes e úmidos durante o ano inteiro. Haverá, certamente, perdas consideráveis de fauna e flora de todo o planeta.

O estudo revelou que esta radical mudança na temperatura do planeta ocorrerá por conta das atuais taxas de emissão de dióxido de carbono, que mesmo se forem drasticamente diminuídas não irão poupar muita gente. Os pesquisadores dizem que do ponto que estamos agora, mesmo se toda a emissões de gazes fossem interrompidas, mesmo assim, a porcentagem da população humana mundial afetada deverá atingir 48%.




Não há para onde correr, segundo o autor da pesquisa, o professor de geografia Dr. Camilo Mora, o planeta está   ficando sem opções para o futuro. Para as ondas de calor, nossas opções estão agora entre RUIM ou TERRíVEL. Não há o que fazer, o processo já começou.

Fonte: vix

Topo