Curiosidades

Veja porque o medicamento Berotec, usado no tratamento de problemas respiratórios, acelera o coração e causa agonia. E mais: tem gente que pode morrer se usá-lo



Quando estamos encatarrados, com bastante muco no peito e narinas muitos médicos receitam algumas gotinhas de Berotec no inalador. E funciona mesmo, rapidamente parece aliviar a respiração. O Berotec, que tem como principal princípio ativo o Fenoterol, é um medicamento utilizado exatamente para problemas respiratórios como asma, bronquite ou enfisemas, atuando diretamente nas vias respiratórias, eliminando obstruções e facilitando assim a passagem do ar por até 8 horas.

Para a maioria das pessoas, usar Berotec causa uma sensação diferente, como a que se tem quando se salta de para-quedas ou bungee-jump. O coração dispara e muita gente fica desesperado nessa hora. O que muita gente não sabe, é que o Berotec tem uma ação muito semelhante a adrenalina, o hormônio de fuga ou luta, que prepara nosso corpo para situações de emergência.


Quando sofremos descarga de adrenalina, nosso coração dispara para bombear mais sangue para os músculos, que serão muito exigidos; os brônquios se dilatam, para permitir maior passagem do ar, e assim melhorar a oxigenação do organismo; as pupilas se dilatam, para permitir maior entrada de luz, e assim enxergarmos melhor; a pele fica pálida, pois os vasos sanguíneos se contraem, deixando a pele branca.

O Berotec tem como finalidade tratar a asma, bronquite e outros problemas respiratórios que causam o fechamento dos brônquios. Este medicamento age causando dilatação dos brônquios contraídos. Assim como a adrenalina, ele também dilata os brônquios, para permitir uma maior passagem de ar! O que o Berotec faz é “simular” a ação da adrenalina, ou seja, vai chegar aos receptores da adrenalina, e vai promover a dilatação dos brônquios.

Mas, e o coração disparado, eu posso morrer?

O fato de o coração acelerar, por si só, não é um perigo. Isto acontece o tempo todo quando assustamos ou fazemos atividades físicas, etc. Seria perigoso caso o paciente tenha algum problema cardíaco, onde qualquer tipo de esforço cardíaco seria contraindicado.

Quem deve ficar longe deste medicamento são pessoas com hipertireoidismo, taquiarritmia, cardiomiopatia ou obstrutiva hipertrófica. Essas pessoas podem morrer se fizerem uso deste medicamento.

Fonte: nursing / opiniao  Imagens: insta

Novidades

Topo
error: Sinto muito! Conteúdo protegido.