Comportamento

Utilidade pública: se você encontrar alguma mulher com um ponto preto na palma da mão, chame a polícia imediatamente!

No Brasil, somente no primeiro semestre de 2016, a Central de Atendimento à Mulher recebeu mais de 67 mil relatos de violência doméstica. Mas não podemos dizer, infelizmente, que esse é um problema nacional. No mundo inteiro mulheres sofrem todos os dias violência doméstica de diversos tipos (moral, sexual, física), que podem ser cometidas pelo marido, pelos pais, pela sogra e até pelos filhos.

Geralmente, o agressor intimida a vítima que quase sempre esconde das outras pessoas, por medo e por vergonha. A pessoa acha que a situação vai melhorar ou que pode “se acostumar” com ela. Agora, uma iniciativa de um grupo e ativistas irlandesas lançou uma inteligente campanha chamada “THE BLACK” (ponto preto). O objetivo é conseguir falar sobre o assunto, sem precisar falar. A proposta é que as mulheres que tenham sofrido violência desenhem na palma de suas mãos um ponto preto. O ponto preto será um “SOS” e poderá alertar os parentes e amigos.


Elas precisam de ajuda, sem correrem risco

O ponto preto já está funcionando bem em países da Europa e em alguns casos serviram de resgate. Jacqueline Pavlicek, do Reino Unido, enviou uma foto com um ponto preto na palma da mão a uma assistente social. A polícia foi acionada e seu marido está agora respondendo a um processo e precisa se manter afastado da esposa.

Muitos agressores são pessoas que estão à frente de famílias “perfeitas”: filhos na escola, esposa bem cuidada, casa boa, geladeira farta, carro na garagem. É difícil reconhecer esse tipo de gente! É importante que este tipo de campanha seja difundido pelo mundo e que chegue ao Brasil, sob proteção da Lei Maria da Penha e que, principalmente, o ponto preto seja do conhecimento da polícia e da assistência social do nosso país.

As imagens acima, foram tiradas do perfil de mulheres que fizeram a denúncia silenciosa no Twitter.

Fontes: perfeito / compsoeatitude
Imagens: perfeito

⚠  ATENÇÃO:  Nosso novo site, especial para mulheres, já está no ar. Acesse Diário Mulher.



Novidades

Topo