Estudos e pesquisas

Seres humanos e neandertais fizeram sexo. Estudos indicam que os neandertais nos passaram uma doença sexualmente transmissível que nos atormenta até hoje!

Seres humanos e neandertais fizeram sexo. Estudos indicam que os neandertais nos passaram uma doença sexualmente transmissível que nos atormenta até hoje!
5 (100%) 1 vote

Um novo artigo na revista Molecular Biology and Evolution, utilizando evidências genéticas revelou que os seres humanos (Homo sapiens) tiveram relações sexuais com neandertais há aproximadamente 60 mil anos. O resultado disso foram as indesejáveis verrugas genitais (HPV) que nos assombram até hoje.

As coisas aconteceram resumidamente assim: os ancestrais dos neandertais – os Denisovans –  saíram da África muito antes dos seres humanos, talvez centenas de milhares de anos antes. Quando deixaram a África, tanto os antepassados ​​ neandertais como nossos ancestrais humanos haviam sido expostos a um ancestral similar do vírus HPV. Como eles se separaram, os neandertais desenvolveram o antepassado do que é conhecido como HPV 16 a. Então, quando os seres humanos se aventuraram fora da África cerca de 60.000 anos atrás, eles encontraram Neandertais infectados com o HPV 16a pelo caminho. Eles fizeram sexo e, os seres humanos então adquiriram o HPV 16a.


Ao analisar as cepas de HPV em todo o mundo e os “textos” codificados no DNA, os pesquisadores puderam trabalhar informações ancestrais e rastrear a evolução do vírus. Uma vez que há um cronograma para a evolução do HPV, eles puderam compará-lo com a cronologia conhecida da evolução humana. E as duas histórias correspondem.

Mas, mesmo sabendo de tudo isso, não temos motivos para ter raiva deste encontro com os neandertais. Por causa desses encontros para “sexo casual” é possível que o ser humano tenha passado outras doenças para eles também. Inclusive, uma linha de estudo sugere que esse contato entre espécies foi o responsável pela extinção completa dos neandertais.

Fonte: vox
Imagens: neandertais

Novidades

Topo