Alimentação

Entenda o método perigoso usado pelos lutadores de MMA para perder até 7 kg em um dia

metodo-perigoso-usado-pelos-lutadores-de-mma-para-perder-peso

É normal que os lutadores de MMA percam 7 kg em menos de um dia. Esse corte de peso já virou rotina para atletas que competem em categorias de peso mais baixo do que eles têm. O processo é perigoso, já que acontece uma acelerada perda de peso por desidratação extrema.

O lutador brasileiro Leandro “Feijão” Souza morreu em 2013 no dia da pesagem, após sofrer um infarto. Ele teria usado diuréticos na tentativa de perder 15 quilos em uma semana. Em 2015, o chinês Yang Jian Bing, de 21 anos, também sofreu um ataque cardíaco e morreu como consequência do corte de peso.


No MMA essa é uma prática comum. Não importa o lutador e nem a popularidade do esporte, o método de corte de peso continua sendo parte da rotina do esporte. As consequências dessa rotina agonizante em longo prazo ainda não foram estudadas e as consequências para os lutadores que se submetem ao processo radical de perda de peso são notadamente preocupantes.

metodo-perigoso-usado-pelos-lutadores-de-mma-para-perder-peso

A primeira coisa que os lutadores param de comer são carboidratos. Com isso, o corpo perde glicogênio muscular e consequentemente perde também água associada a essa molécula. Em seguida, eles ingerem muita água (de 9 a 12 litros por dia) e no dia da luta eles deixam de ingerir até o momento da pesagem.

24 horas antes da pesagem, os lutadores não bebem nem comem nada. A partir desse momento, dá-se início à fase de expulsão, ou seja,  nada mais pode entrar no organismo. Esse processo é potencializado com o suor forçado por banhos de água quente, sauna e uso de roupa térmica. Os atletas podem vestir roupas de plástico para intensificar o resultado, mas há pouco que se possa fazer para diminuir o incômodo. Uma das táticas é usar um gelo na boca, que deverá ser cuspido assim que derreter, já que o objetivo é apenas “enganar o organismo”.

Fonte: bbc /
Imagens: Reprodução/ sportv

Comentários

Novidades

Topo
error: Sinto muito! Conteúdo protegido.