Alimentação

Atenção: Um hábito bastante comum de quem quer emagrecer está originando episódios graves de queda de cabelo

Conforme já relatamos, a queda diária de fios de cabelo é normal. Geralmente aqueles fios que vimos na escova e no ralo do banheiro correspondem a uma queda natural, pois as pessoas perdem de 100 a 150 fios de cabelo todo dia como parte do ciclo telógeno, quando o cabelo “morto” é empurrado por um novo fio que o substitui. Assim, antes de tudo é preciso diferenciar a queda normal da queda patológica. Se você tem encontrado fios de cabelos por toda parte da casa, na mesa do trabalho e uma quantidade anormal no travesseiro e nas lavagens, há algo errado.

Não devemos negar, que na maioria das vezes, as causas da queda de cabelo têm origem alterações emocionais, como ansiedade e depressão, alterações hormonais, como em doenças da tireoide, alterações genéticas, dermatite seborreica. No entanto, os dermatologistas citam que alterações nutricionais como carências alimentares, regimes prolongados e restritivos podem acarretar o problema. Os profissionais estão verdadeiramente preocupados as dietas pobres em proteína.


Segundo especialistas, a alimentação é a primeira a influenciar na saúde da pele, unhas e cabelos.Nosso cabelo é constituído essencialmente de proteínas, gordura, água e traços de pigmentos. Hoje, um comportamento muito comum, principalmente entre as mulheres, é a redução do consumo de proteínas em substituição pelas folhas e fibras. Elas andam tirando brutalmente o ovo, as carnes, o leite e oleaginosas, tudo isso para emagrecer mais rápido. Essa substituição, no entanto, gera uma perigosa deficiência  proteica que causará consequentemente a queda de cabelo.

A molécula de proteína é construída a partir dos aminoácidos, sendo uma parte deles produzidos pelo próprio organismo e outra parte são provenientes de sua dieta. Restringir a proteína significa tirar moléculas importantes que fornecem material para a construção e manutenção de todos os nossos órgãos e tecidos. Proteínas também participam da formação de hormônios, enzimas e anticorpos. De acordo com os especialistas do site Dermatologista Especialista, se você não incluir proteína suficiente em sua dieta, seu corpo pode entrar em modo de fome e desativar o crescimento do cabelo. Isto pode ocorrer cerca de dois a três meses depois de uma queda no consumo de proteínas.

Portanto, a dieta com proteína zero pode deixar você careca!

Fontes: saudeal / todabioia / minha / vix / derststa
Imagens: Reprodução/ derologista

Acesse nosso novo site! data-recalc-dims=

Comentários

Novidades

Topo