Comportamento

Atenção homens: usar o laptop no colo está detonando com seus espermatozoides e você pode ficar estéril, dizem estudos

Atenção homens: usar o laptop no colo está detonando com seus espermatozoides e você pode ficar estéril, dizem estudos
Esse texto foi informativo para você?

As causas para a infertilidade masculina já foram mais do que estudadas.  No entanto, com o crescimento exponencial da tecnologia nos últimos anos, os nefrologistas têm encarado um novo problema: a radiação emitida pelos equipamentos eletrônicos do dia a dia. De acordo com a American Urological Association, somente nos Estados Unidos, quase um em cada seis casais enfrenta problemas de concepção, sendo que em cerca de metade dos casos isso se deve a infertilidade masculina.

Um estudo publicado pela revista Fertility and Sterility foi bastante direto sobre o problema, culpando os laptops de os homens modernos estarem perdendo sua fertilidade. Segundo Dr. Yelim Sheynkin, urologista da State University of New York e organizador do estudo, conta que apoiar um laptop sobre os joelhos causa um aumento significativo da temperatura dos testículos. Como já explicamos anteriormente, os testículos são abrigados “fora do corpo” porque nesta posição, eles se mantêm na temperatura ideal para a produção do esperma. Os espermatozoides só são produzidos a uma temperatura dois graus menores do que a temperatura do organismo, ou seja, em torno de 34°C.


O médico explicou neste estudo, que com o calor gerado pelo Laptop muito perto dos órgãos reprodutivos masculinos, a temperatura aumenta, prejudicando o crescimento e desenvolvimento dos espermatozoides. Cientificamente falando, isso causa uma “hipertermia escrotal”.  Durante os testes com 29 homens voluntários que se submeteram a testes de temperatura corporal após permanecerem com o computador sobre o colo, foi verificado que a temperatura dos órgãos reprodutivos masculinos superaqueceu rapidamente, chegando a aumentar até 2,5°C.

Temperatura e a radiação do laptop podem deixar você estéril.

Um estudo publicado por pesquisadores argentinos também no periódico Fertility and Sterility procurou avaliar os estragos que a radiação poderia trazer para a contagem espermática dos homens. Para o estudo, foram coletadas amostras de sêmen de homens saudáveis ​​e férteis, onde foram medidas a motilidade espermática após um período de 4 horas de exposição à radiação WiFi. A conclusão do estudo foi que manter um laptop conectado sem fio à internet no colo diretamente sobre os testículos, pode resultar sim, na diminuição da fertilidade masculina, detonando a qualidade do esperma e prejudicando a motilidade dos espermatozoides.

Então garotos, encontrem outra posição para uso do seu computador. Manter esse hábito pode evitar que vocês possam transmitir seus genes para as próximas gerações!

Fontes: bbc / earthcalm /
Artigos: Conrado Avendano et. al / Yefim Sheynkin et. al
Imagens: Reprodução/ hypescience / famed

Comentários

Novidades

Topo