Animais

Metade de toda a vida na Terra pode ser extinta dentro de um século. O Papa Francisco pretende alertar os católicos através da igreja



Parece que as coisas não andam muito bem para nosso planeta. Acredita-se que a Terra  já perdeu cerca da metade de sua vida selvagem nos últimos 40 anos. E infelizmente, o pior está por vir. Biólogos especialistas anunciaram agora que até o fim do século é provável que 50% de todas as espécies enfrentará a extinção. Esta previsão foi anunciada como biólogos, conservacionistas e economistas que se reuniram em conferência no Vaticano com o Tema de discussão: “How To Save the Natural World on Which We Depend”.

Sim, é bastante estranho que a Igreja Católica esteja hospedando um simpósio do tipo, mas o Papa Francisco tem se mostrado incrivelmente ativo sobre sua responsabilidade junto a 1,2 bilhões de católicos romanos, aclamando para que eles protejam o ambiente da destruição e das mudanças climáticas. “O tecido vivo do mundo … está escorregando pelos nossos dedos sem que possamos perceber“, escreveu a Pontifícia Academia das Ciências, que organizou a conferência. De fato, durante a encíclica do Papa de 2015, que é a carta papal enviada a todos os bispos, ele menciona assuntos como a destruição dos ambientes do mundo e como isso pode resultar em alterações climáticas. “É um pecado contra nós mesmos e um pecado contra Deus“, disse no documento. O Papa pretende usar sua influência para alertar os católicos com campanhas de conscientização nas paróquias católicas do mundo inteiro. É um apoio muito importante.


Durante os 3,7 bilhões de anos em que já existe vida na Terra, ela tem resistido a cinco grandes eventos de extinção. O pior deles, apropriadamente chamado de “Great Dying”, o planeta presenciou a morte de cerca de 96% de toda a vida, enquanto o último evento foi o que causou a morte dos dinossauros e a ascensão dos mamíferos.

Agora estamos diante de um inadiável sexto evento de extinção em massa. Mas ao invés de causado pelo clima ou pela atividade geológica, este evento é diferente: está sendo causado por nós. Com a destruição das florestas, o bombeando carbono para a atmosfera e a retirada de trilhões de peixes dos mares, essa a taxa de extinção natural subiu assustadoramente. Isso levou os biólogos a sugerir que, se nada mudar e tudo continuar como como está, as mudanças climáticas provocadas pelo homem, juntamente com atividades intensas como exploração madeireira e mineração significarão que metade de cada espécie vivendo neste planeta estará se equilibrando à beira da sobrevivência. Eles destacam não só os tigres e pandas carismáticos, mas os microorganismos, plantas e fungos que também serão apagados da Terra.

Fonte: mashable / iflscience / theguardian
Imagens: Reprodução/ achetudoeregiao /astropt

 

Comentários

Novidades

Topo
error: Sinto muito! Conteúdo protegido.