Alimentação

A notícia não poderia ser melhor: artigo científico revela que chocolate melhora a tosse!

A notícia não poderia ser melhor: artigo científico revela que chocolate melhora a tosse!
Esse texto foi útil para você?
Os estudos relatados aqui não são de responsabilidade do Diário de Biologia. O autor do texto está divulgando os trabalhos científicos de especialistas. Tais estudos, nem sempre condizem com a absoluta e definitiva verdade.

Garganta irritada nos leva logo a pensar em mel e limão. Mas, o que ninguém imaginava é que chocolate – sim, chocolate! – é ainda melhor para a tosse. A notícia não poderia ser melhor. Segundo estudos recentes, a teobromina, um ingrediente que dá sabor ao chocolate escuro, pode ser muito eficaz e um seguro supressor da tosse.

Uma pesquisa publicada no Jornal da Federação das Sociedades Americanas para Biologia Experimental parece mostrar que a teobromina é quase um terço a mais eficaz em parar tosses persistentes do que a codeína, que atualmente é considerado o remédio para a tosse mais eficaz. Os pesquisadores também descobriram que, ao contrário de medicamentos para a tosse normalmente usados, teobromina, presente no chocolate, não causa efeitos adversos sobre o sistema cardiovascular ou nervoso central.


Isso significa que da próxima vez que tivermos uma tosse devemos cumprir uma rigorosa dieta de barras de chocolate? Seria ótimo, mas infelizmente não. Especialistas dizem que, embora seja possível obter suficiente teobromina numa barra de chocolate escuro para aliviar a tosse, a cura não é possível somente com sua ingestão. Uma medicação a base de teobromina será lançada dentro de dois anos.

Mas pessoal! Em seres humanos, a teobromina pode não causar efeitos tóxicos, porém é perigoso que a substância seja ingerida por animais. Ela é tóxica para bichinhos domésticos como cães e também pode ser prejudicial aos cavalos. Os pesquisadores também alertam que o alto consumo de chocolate leva a outros problemas, como ganho de peso.

Fonte: myaprilcare / folha.uol / drweil Artigo: Usmani et. al Imagens: Reprodução/ cbslocal / delsym / arstechnica

Comentários

Novidades

Topo