Todo mundo quer saber: Será que existem alienígenas nos observando em outros planetas?

Essa pergunta é uma das mais realizadas em todo o mundo para saber se existe algum tipo de vida inteligente em outra parte do universo. Até hoje, nunca foi comprovado cientificamente de que alienígenas vivem por aí como nós aqui na Terra. Porém, muitos cientistas mostram evidências de que eles existem e querem mostrar a sociedade científica de que não estamos sozinhos neste vasto universo.

Recentemente os pesquisadores Ermanno Borra e Eric Trottier do departamento de Física da Universidade de Laval, em Quebec no Canadá, publicaram um artigo científico na revista Astronomical Society oh the Pacific onde afirmaram que existem pelo menos 234 civilizações alienígenas pelo universo. Os cientistas analisaram mais de 2 milhões de estrelas e galáxias, onde pulsos de luz eram emitidos em intervalos regulares e verificaram que existe 234 estrelas semelhantes com o nosso Sol.

Os cientistas analisaram essas estrelas pelo seu espectro de luz através da FT – Transformada de Fourier. Essa ferramenta é utilizada na matemática que permite analisar de forma adequada funções não periódicas, ou seja, aplicações relacionadas com problemas de comunicação e processamento de sinais. Nesta análise encontraram componentes modulares periódicos que, de acordo com os cientistas, são causados por pulsos de luz super-rápidos gerados por esta Inteligência Extraterrestre. Além disso, seu artigo mostra claramente que descartam qualquer outra explicação científica como, efeitos instrumentais, rotação de moléculas, pulsações estrelares e reações químicas, ou seja, eles argumentam de que realmente essa luz é emitida por outros seres inteligentes como o ser humano.

alienigenas

Eles compararam esses pulsos super-rápidos com os lasers que são incrivelmente poderosos, como os do Laboratório Nacional Lawrence Livermore nos Estados Unidos. Apesar da convicção dos pesquisadores de acreditar que aliens realmente existem, os mesmos ainda precisam da confirmação absoluta. Por isso, o Projeto Stephen Hawking-backed Breakthrough vai realizar observações de acompanhamento dessas 234 estrelas.

É claro que é muito cedo para afirmar de que vida inteligente habite outros planetas, estrelas e galáxias pelo universo. Além disso, afirmações extraordinárias como essas exigem provas extraordinárias, como afirma a equipe do projeto que fará as observações. No entanto, uma coisa é certa: as pesquisas irão avançar cada vez mais sobre essas evidências e se existir algum tipo de vida inteligente em outras partes do universo elas serão descobertas com toda certeza. Vamos aguardar em breve novas notícias.

 

Fontes: iflscience / unesp / berkeley
Artigos: Discovery of Peculiar Periodic  / Spectral signatures of ultra-rapidly
Imagens: tantettaus / megacurioso