Estudos e pesquisas

Nasce bebê gerado a partir de 3 DNAs diferentes: duas mães e um pai biológicos! Entenda o caso.

Cientistas anunciaram recentemente o nascimento de um bebê com três pais biológicos. A técnica de fertilização in vitro foi realizada para combinar o DNA de três pessoas, não duas, como é feito tradicionalmente. A criança já está com cinco meses de idade e tem como pais duas mulheres e um homem, com seus DNAs combinados. Essa nova técnica poderá ser utilizada para permitir que pais com mutações genéticas possam ter filhos saudáveis.

Foi o que aconteceu nesse caso, já que a mãe do bebê apresenta a síndrome de Leigh, uma enfermidade neurológica e hereditária. Naturais da Jordânia, os pais receberam atendimento nos EUA. Dois filhos anteriores dessa mãe já haviam morrido por conta dessa doença. Depois que Abrahim Hassan (como foi ch11amado o bebê) nasceu, ele foi testado para a doença. Menos de 1% de suas células carregavam os traços da síndrome. A doença apresenta riscos quando 18% das células mostram problemas.


Essa técnica combina o espermatozoide do pai, o óvulo da mãe e mitocôndrias de uma “mãe” doadora. Por causa disso, o bebê é gerado com DNA de três pessoas diferentes. As mitocôndrias são responsáveis por carregar alguns problemas genéticos, como a síndrome de Leigh. Por isso esse recurso ajudará cientistas a conceber crianças saudáveis de pais que tenham problemas genéticos. Essa é uma técnica revolucionária no campo da fertilização e manipulação genética.

Fonte: super. abril
Imagens: endireitandofacil / meiobit

⚠  ATENÇÃO:  Nosso novo site, especial para mulheres, já está no ar. Acesse Diário Mulher.



Comentários

Novidades

Topo