Animais

Cientistas descobrem que quando bebem cerveja, os caracóis não sentem dor!



Um estudo bastante curioso realizado pelos pesquisadores do Departamento de Meio Ambiente e Biologia Florestal da Universidade Estadual de Nova Iorque, juntamente com o Departamento de Medicina Comparativa da Universidade de Rochester nos Estados Unidos, mostrou evidências claras de que os caracóis que são utilizados em pesquisas científicas e precisam ser sacrificados são submetidos a experiências que causam muita dor, porém conseguiram observar que se os mesmos forem mergulhados na cerveja com álcool essa dor pode ser minimizada drasticamente.

A utilização de animais em pesquisas científicas causa muita revolta em milhões de pessoas pelo mundo e é um assunto bastante discutido pelas redes sociais e pesquisas, porém é fato que sem esses testes em animais muitas descobertas de doenças, vacinas, medicamentos, tratamentos e curas não seriam possíveis. É claro que toda e qualquer experiência com a utilização de animais precisa ser registrada e analisada pelo código de bioética, além disso, é necessária a utilização de mecanismos adequados para realizar a eutanásia do animal com o mínimo de dor possível dentro dos padrões da bioética.


Muitas pessoas ficam comovidas e revoltadas quando algumas pesquisas são anunciadas pela mídia onde afirmam que são utilizados animais vertebrados como macacos, ratos e cachorros como objetos de experiências e testes, porém essas mesmas pessoas não sentem o mesmo sentimento quando os testes são realizados com invertebrados, como os insetos ou caracóis e esquecem que esses animais também são seres vivos e sentem alguma “dor”.

O fato principal desta pesquisa publicada no Journal of the American Association for Science Laboratory Animal, foi observado que quando os caracóis são mergulhados apenas no álcool etílico 95% para realizar sua morte, os mesmos mostram sinais de sofrimento extremo, como defecação, secreção de muco excessivo e retração para suas conchas. Por isso, os pesquisadores resolveram utilizar de um mecanismo humano bastante comum como o ato de embriagar-se para tentar minimizar a dor dos caracóis, e não é que deu certo! Eles mergulharam os caracóis numa solução de cerveja com teor alcoólico de 4,75% e observaram que isso reduzia drasticamente a sua sensibilidade da dor.

10-interesting-facts-about-animals-07

Após o mergulho nesta solução, os pesquisadores realizaram raspagens e espetadas com agulhas nos caracóis e verificaram que os mesmos não realizaram nenhum reflexo e nem se retraíram para suas conchas, ou seja, não apresentaram nenhuma dor e demonstraram bem “corajosos” para a sua morte inevitável.

Portanto, ficou claro que quando o álcool da cerveja penetrou nos seus tecidos os mesmos apresentaram certa dormência e facilitou realizar a sua eutanásia para experiências científicas e minimizar o seu sofrimento. Essa pesquisa mostra o fato de que é necessário realizar testes e pesquisas com animais, porém com qualidade e sem causar sofrimento e dor nos animais pesquisados ou testados, lembrando sempre que todo ser vivo merece respeito e atenção!

 

Fontes: iflscience / iflscience / eurekalert
Artigo: Evaluation of Euthanasia..
Imagens: Reprodução/ revistavivasaude / amaznginfo
Comentários

Novidades

Topo
error: Sinto muito! Conteúdo protegido.