Animais

Imperdível: Cientistas descobrem porque os ursos-d’água são os animais mais resistentes do planeta!

O tardígrado é conhecido como o animal mais resistente do mundo. Agora cientistas descobriram o segredo genético que faz com que os animais sobrevivam a ebulição, congelamento e radiação. Um gene específico é responsável por toda essa resistência e no futuro, ele poderá ser usado para proteger células humanas.

A pesquisa realizada na Universidade de Tóquio identificou uma proteína que protege o DNA desses bichinhos, e embrulha o material genético, como se fosse um cobertor.


A descoberta foi publicada pelo grupo Nature communications, e os cientistas que desenvolveram essa pesquisa conseguiram reproduzir células humanas que produzem a mesma proteína que protege o DNA dos tardígrados, principalmente da radiação.

A partir disso, os pesquisadores sugerem que os genes dos tardígrados, capazes de resistir a condições extremas poderiam, um dia, proteger seres vivos de raios-X ou de raios nocivos do sol.

As pesquisas contaram com 8 anos de experimentos e estudos com o DNA desses seres para descobrir como eles conseguiam resistir a condições extremas. Antes do estudo, acreditava-se que os tardígrados, também chamados de “ursos-d’água”, sobreviviam a radiação por conseguirem recuperar danos causados ao seu DNA.

A estranha e microscópica criatura que se assemelha a um urso aquático tem um gene específico que, segundo cientistas, o ajuda resistir à radiação

A estranha e microscópica criatura que se assemelha a um urso aquático tem um gene específico que, segundo cientistas, o ajuda resistir à radiação


Fonte: bbc 
brasil
Imagens: Reprodução/  bbc brasil/ diariodebiologia
Comentários

Novidades

Topo
error: Sinto muito! Conteúdo protegido.