Alimentação

Cientistas explicam porque algumas pessoas são viciadas em café



Um estudo realizado por uma parceria entre universidades italianas e holandesas aponta que o gosto pelo café, chegando ao vício, está marcado no nosso DNA. A razão disso tem nome. É o gene PDSS2. Estudos mostraram que quem possui maiores níveis desse gene no DNA bebe menos café do que os que apresentam menores níveis de PDSS2.

A razão pela qual isso acontece é simples: o PDSS2 pode ser responsável pela metabolização mais lenta da cafeína. Isso pode explicar porque alguém fica mais energizado do que outras pessoas somente com uma xícara de café.


A pesquisa contou com a análise do DNA de 1207 italianos e 1731 holandeses e o histórico de consumo de cafeína de cada um. Os holandeses ganharam na briga com os italianos, mas dentre os participantes os com mais PDSS2 consumiam menos dentro de suas comunidades.

cafe-vicio-29197

Essa descoberta pode ajudar a entender melhor o funcionamento do corpo. Estudos apontam que o café pode fazer bem para o coração, mal para a memória e causar alucinações. Ainda não se sabe ao certo sobre o papel do café na alimentação e seu efeito sobre o organismo. Conhecendo melhor esse gene, os cientistas podem propor mecanismos pelos quais as pessoas reagem diferentemente à medicação, por exemplo.

Fonte: super.abril
Artigo: Non-additive genome-wide...
Imagens: Reprodução/ avipae / portalbenicio
Comentários

Novidades

Topo
error: Sinto muito! Conteúdo protegido.