Curiosidades

Cientistas divulgam nova técnica que pode permitir gerar bebês sem óvulos





Apesar de esta pesquisa parecer especulativa e fantasiosa, o fato é que cientistas da Universidade de Bath, no Reino Unido, realizaram um estudo que admite a hipótese de fertilização sem a existência de um óvulo. Segundo os idealizadores, isso indica que agora não será mais necessária uma mulher para que o processo de reprodução aconteça.

Ao que parece, os pesquisadores conseguiram realizar um processo bem parecido com a partenogênese, ou seja, o crescimento e desenvolvimento de um embrião sem que ocorra a fertilização. No projeto, eles usaram um processo químico para transformar uma célula do corpo em um embrião, substituindo a célula habitualmente retirada dos óvulos femininos. Estes embriões “falsos” têm muito em comum com células comuns, tais como as células da pele, na forma como eles se dividem e controlam o seu DNA. “Esta é a primeira vez que alguém foi capaz de mostrar que qualquer coisa que não seja um óvulo pode combinar com esperma para dar origem a descendentes. Isto revoluciona 200 anos de pensamento científico”, afirmou o cientista Tony Perry.


Apesar de parecer impossível, os pesquisadores conseguiram uma gravidez em cada quatro tentativas, e as cobaias que resultaram destas fertilizações sem óvulo nasceram saudáveis e mais tarde, puderam se reproduzir. Os pesquisadores contam que o objetivo do estudo é entender os mecanismos exatos da fertilização, o que acontece quando um espermatozoide se funde com um óvulo ainda é um grande mistério.

_91176637_c0206627-sperm_and_ovum_artwork-spl

Uma possibilidade, no futuro distante, é que pode ser possível que as células normais do corpo podem ser combinadas com um esperma de modo a que um embrião é formado” acrescentou Dr. Perry. Em outras palavras, dois homens poderiam ter um filho, com uma doação de uma célula normal e o outro doando o esperma.

O ESTUDO foi publicado na Nature.

Site: bbc
Artigo: Mice produced by mitotic reprogramming …
Imagens: Reprodução/ ZAPbbc
Comentários

Novidades

Topo