Animais

Fiocruz aponta também pernilongo comum (Culex) como potencial transmissor de zika





O mosquito transmissor do Zika vírus é o Aedes aegypti. Estudos no início do ano apontavam outros mosquitos como possíveis transmissores do vírus. Como o Aedes albopictus e o Culex quinquefasciatus. Porém as experiências não eram conclusivas.

Pesquisadores da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) apresentaram no  Rio de Janeiro, um estudo inédito que mostra que o mosquito Culex quinquefasciatus, também chamado de muriçoca ou pernilongo doméstico, é um potencial transmissor do vírus da zika. Até então, só havia a certeza da transmissão pelo mosquito Aedes aegypti.


A pesquisa foi feita pela Fiocruz Pernambuco na região Metropolitana do Recife, já que a população de Culex é 20 vezes maior que a população de Aedes.

Os resultados preliminares mostraram a presença de Culex quinquefasciatus infectados naturalmente pelo zika vírus em três dos 80 grupos de mosquitos analisados. Em duas amostras os mosquitos não foram alimentados, mostrando que o vírus estava disseminado no organismo do inseto, ou seja, não foi infectado em uma alimentação recente, por um hospedeiro que locava o vírus.

culex-quinquefasciatus-mosquito-has-landed-on-a-human-finger

Fiocruz rapidamente comunicou em uma entrevista à BCC que o risco de contágio no Rio durante a Olimpíada é baixo. A pesquisa também não encontrou Culex infectado no Rio. A instituição ainda afirmou que é necessário fazer mais estudos para avaliar o potencial da participação do Culex na disseminação do vírus da zika e seu real papel na epidemia.

Até os resultados de novas evidências, a política de controle da epidemia de zika continuará pautada pelas mesmas diretrizes, tendo seu foco central no controle do Aedes aegypti“, comunicou em nota no site da fundação.

Fonte: g1.globo
Imagens: Reprodução/cameronwebb photo: StephenDoggett/ public-domain
Comentários

Novidades

Topo