Comportamento

Estudo britânico revela: não há nenhuma mulher 100% heterossexual



Dr Gerulf Rieger, do departamento de Psicologia da Universidade de Essex, no Reino Unido, revelou em um estudo no periódico Journal of Personality and Social Psychology que, do ponto de vista dos estímulos sexuais, a maioria das mulheres é ou bissexual ou lésbica, e raramente exclusivamente heterossexual.

O estudo contou com 345 mulheres de diferentes orientações sexuais, que foram orientadas a assistirem alguns vídeos com conteúdo sexual. Ao mesmo tempo, as suas alterações biológicas foram medidas, como a dilatação da pupila e a pulsação e fluxo sanguíneo genital. Surpreendentemente, os resultados mostraram que 75% das mulheres que se autodenominavam e se comportavam socialmente como heterossexuais eram fortemente estimuladas por vídeos sexuais tanto de homens e quanto de mulheres. Ao mesmo tempo, as lésbicas reagiram mais intensamente às imagens femininas do que às masculinas.


Apesar de a maioria das mulheres dizer que é heterossexual, o nosso estudo demonstra claramente que, no que diz respeito ao desejo sexual, ou são bissexuais ou homossexuais, mas nunca totalmente heterossexuais” disse Rieger. Sua conclusão recebeu severas críticas dos especialistas no assunto, uma vez que, a excitação não é considerada parâmetro para medir a sexualidade, ou seja não é exatamente o mesmo que orientação sexual.

O estudo ainda provou que não dá para concluir qual a preferência sexual de uma pessoa com base na forma como ela se veste. “Isso nos mostra que a forma como as mulheres aparecem em público não significa nada sobre suas preferências sexuais“, explicou o pesquisador.

 

Sites:  iflscience/ bbc   Artigo: Sexual_Arousal_and_Mas_Women  Imagens: Reprodução/thumperspongeis/
Comentários

Novidades

Topo
error: Sinto muito! Conteúdo protegido.