Comportamento

Especialistas garantem: Mesmo estando grávida a mulher podem sim, continuar praticando esportes



Muitas mulheres quando engravidam acreditam que não podem ou não devem praticar nenhum tipo de esporte, mas isso não é verdade! Alguns especialistas ainda não chegaram num consenso perfeito, mas já confirmaram que praticar algum esporte durante a gravidez com algumas recomendações e cuidados podem trazer muitos benefícios para a saúde da mulher, do bebê e garantir uma gestação saudável.

Por muito tempo os médicos não permitiam que as grávidas praticassem nenhuma atividade física, pois afetaria o desenvolvimento do feto, mas esses mesmos médicos hoje sabem e comprovam que a atividade física correta, regulada e sob uma boa instrução pode e deve fazer parte da vida da mulher durante a gestação, dentre os vários benefícios que o esporte pode trazer estão: regulação melhor da temperatura corporal, maior capacidade cardiovascular, com as alterações hormonais melhoram a flexibilidade, aumentam a concentração de glóbulos vermelhos, ou seja, significa mais oxigênio na circulação sanguínea, portanto, mais saúde.


É claro que algumas recomendações devem ser tomadas e a gestante deve seguir instruções de como realizar o esporte desejado. A professora Kari Bo da Universidade Norueguesa de Ciências do Esporte afirma que a gestante deve seguir conforme seu corpo pede, ou seja, se o seu corpo está bem com aquela atividade siga em frente, mas se gera algum tipo de desconforto ou deixa mal é hora de parar e verificar outra atividade física. A professora Kari dá algumas dicas importantes, como: no primeiro trimestre evitar exercícios exaustivos em dias quentes para não elevar demais a temperatura corporal, atletas de levantamento de peso devem reduzir as cargas e o esforço para que a pressão sanguínea não seja elevada e dificultar o fluxo de sangue para o feto, mergulho não é indicado para grávidas devido à pressão exercida nos ambientes profundos, esportes de contato como o futebol devem ser evitados no último trimestre para prevenção contra quedas e colisões com a bola e no último trimestre não praticar atividades que superem os 90% de seu consumo de oxigênio para não diminuir os batimentos cardíacos do feto.

Alysia Montano competindo aos oito meses de gravidez em 2014

Alysia Montano competindo aos oito meses de gravidez em 2014

Mulheres que possuem um bom condicionamento físico antes da gravidez têm a possibilidade de continuar praticando as mesmas atividades durante a gestação, porém com a orientação do médico. Além disso, a recomendação principal é seguir o que seu corpo informar, então qualquer sinal seja bom ou ruim informar o médico para evitar problemas. Qualquer atividade física é benéfica para a gestante e para a evolução do feto. O Colégio Americano de Obstetras e Ginecologistas recomenda que gestantes façam atividades aeróbicas e de resistência, pois ajuda a reduzir o risco de diabetes e melhora o bem-estar mental. O mais importante é seguir orientações médicas, no mais é se jogar e ser feliz, porque gravidez não é doença e sim uma condição especial de uma mulher na geração de uma vida!

Fontes: bbcbabycenterminhavida  
 Imagens: Reprodução/ estilo / saltoalto
Comentários

Novidades

Topo
error: Sinto muito! Conteúdo protegido.