Alimentação

Atenção: Veja porque não devemos cozinhar beterraba no feijão!

Tudo pode mudar a partir de agora. A maioria das casas que compra beterraba para consumo, aproveita o cozimento do feijão para cozinhar também a beterraba. Uns só querem economizar no cozimento, mas quase todo mundo acha que cozinha-la no feijão vai enriquece-lo com mais ferro e vitaminas. A coisa não funciona bem assim.

É comum achar que a beterraba é uma raiz, como a cenoura, porém o órgão de reserva é o caule, mais especificamente o colo da planta. Conforme já sinalizamos no texto “Comer beterraba cura mesmo anemia?”, ao contrário do que muitos pensam, a beterraba possui uma quantidade muito pequena de ferro presente em sua composição. Mas, não é preciso desanimar com a beterraba, ela é rica em antioxidantes, que ajudam a pele a partir de processos de oxidação dos radicais livre, também é um desintoxicante natural que purifica o sangue e faz a pele brilhar.

Partindo do princípio que a beterraba não oferece uma quantidade significativa de ferro para o feijão durante o cozimento, será que ela atrapalha? Será que a beterraba “tira” o ferro que o feijão carrega? A resposta, infelizmente, é sim. E você deve parar com esse costume agora mesmo. De acordo com um trabalho divulgado no livro de resumos da SBPC (Sociedade Brasileira do Progresso da Ciência), os testes realizados indicam que houve uma redução de 32% na quantidade de ferro quando adicionada a beterraba para o cozimento do feijão preto.

farofa-de-beterraba

De acordo com as autoras, foram encontrados, respectivamente, 1,6 mg/100 g e 1,1 mg/100 g de feijão preto cozido sem e com beterraba em cubos. O valor encontrado no feijão preto cozido com adição de beterraba, mostra uma redução do teor de ferro, provavelmente em função da diluição da amostra provocada pela presença da beterraba, ou seja, uma mesma massa de amostra com beterraba contém menor quantidade de feijão do que uma amostra composta exclusivamente de grãos de feijão.

Contudo, que fique bem claro: beterraba com feijão NÃO FAZ MAL. Podem ser consumidos juntos e cozidos juntos, mas não se iluda que este cozimento compartilhado irá te favorecer nutricionalmente, sobretudo a respeito dos níveis de ferro.

Site: Beterraba/ diariodebiologia
Resumo: Estudo para determinação do teor de ...
Imagens: Reprodução/ dicasdacandinha/ vivomaissaudavel
Comentários

Novidades

Topo