Anomalias e doenças

Atleta olímpico alemão contrai infecção multirresistente ao velejar na Baia de Guanabara

O alemão Erik Heil, um dos velejadores que participou do evento-teste de vela realizado na Baía de Guanabara em meados de 2015 enfrentou maus bocados ao descobrir que contraiu uma infecção multirresistente que ele suspeita ter contraído devido à poluição da água durante o evento.

Heil que precisou passar por pequenas cirurgias, já na Alemanha, para tratar a infecção, mostrou cicatrizes na perna e no quadril causadas pela infecção no post do blog da equipe alemã. Ele aponta esgoto despejado na Marina da Glória, de onde os barcos de competição parte para os locais de regatas, como causa do problema.


O secretário estadual do Ambiente, André Correa, afirmou que não acredita que a água da baía tenha sido a causa do problema. “Não parece provável que tais problemas, tão graves, tenham decorrido da água da Baía nos pontos de Vela. O próprio corpo médico da Federação Internacional de Vela considerou os problemas ocorridos em função do número de atletas participantes dentro da normalidade& #8220;, declarou.

velejador-alemao-erik-heil-no-hospital-apos-competir-no-rio-1440777222445_615x300

Considero navegar com revestimentos plásticos e usar sapatos neoprene”, disse o atleta agora já recuperado. “Tenho certeza que todos que estão chegando ao Rio devem inserir um médico em sua equipe.”

Fonte:
 olimpiadas.uol   Imagens: Reprodução/ dagbladet/
 olimpiadas.uol

⚠  ATENÇÃO:  Nosso novo site, especial para mulheres, já está no ar. Acesse Diário Mulher.



Comentários

Novidades

Topo