Anomalias e doenças

Vai comprar um carro? Saiba que o famoso “cheirinho de carro novo” pode representar perigo para sua saúde!



Um carro novo pode ser um objeto de desejo de muitas pessoas pelo mundo, ter um veículo novo a sua disposição, ir a qualquer lugar sem depender de ninguém, entrar nele e sair desbravando lugares, sentir um cheiro do novo e seguir em frente… Mas nem tudo que tem um cheiro de “novo” significa que é bom! O famoso cheiro de carro novo que atrai muitas pessoas, principalmente para realizar a sua compra pode ser letal para sua saúde, você sabia?! Vamos entender o que está por trás desse “cheirinho” que pode ser até agradável algumas vezes, mas que só traz prejuízo à saúde humana.

Esse famoso cheiro, na verdade um odor, que vem dos carros novos é derivado de várias substâncias químicas que juntas são utilizadas na fabricação desses veículos, são solventes, colas, plásticos, borrachas, tecidos e muitos outros. O grande problema é que esses produtos utilizados são altamente tóxicos, pois contém compostos orgânicos voláteis, chamados de COV que dependendo de sua quantidade absorvida pode ser letal. A maioria dos fabricantes utilizam uma mistura de substâncias químicas, como o benzeno, tolueno, formaldeído e muitos metais pesados que são altamente tóxicos ao homem.


Essa exposição prolongada dentro dos veículos novos pode causar vários problemas de saúde, desde uma simples dor de cabeça ou na garganta até alterações hormonais e provocar um câncer. O diretor de pesquisa do Ecology Center, nos Estados Unidos, afirma que a exposição permanente e prolongada com essas substâncias podem causar reações alérgicas graves, náuseas, tonturas, mas principalmente pode afetar drasticamente o nosso organismo, pois esses compostos podem alterar nosso ciclo biológico, afetar o sistema reprodutivo, causar danos ao fígado, rins e ao nosso sistema nervoso central.

cabine-do-ford-focus-titanium-1365539098837_615x300

Assim que entramos num carro novo vem aquele odor característico de “novo”, esse odor que respiramos são os gases que estão sendo liberados por estes materiais fabricados com essas substâncias voláteis, ou seja, são vapores químicos que são liberados lentamente, num processo chamado de desgaseificação. Esse processo diminui com o tempo, alguns meses de uso, por isso é necessário realizar uma boa limpeza dentro do carro com um pano úmido e deixar o veículo sempre bem ventilado para evitar a circulação interna desses gases tóxicos.

Os especialistas afirmam que evitar deixar o carro ao sol evita maior liberação dos gases, uma vez que o calor acelera as reações químicas e ajudam ainda mais para exposição dos gases dentro do veículo, então o mais prudente é sempre deixá-lo numa sombra e realizar bem o processo de ventilação do carro. Pessoas com crises intensas de alergias ou que possuem processos alérgicos crônicos podem fazer um teste num carro e verificar se estão mais sensibilizadas, pois na maioria dos casos a simples respiração pode causar sérios danos à saúde e valerá mais a pena comprar um carro usado, neste momento! A melhor notícia é que essas famosas substâncias estão sendo substituídas pelos fabricantes, mas fique atento com odores fortes, pois sua saúde vale muito mais que um carro novo!

Fontes: bbcquimicausp  
Imagens: Reprodução/arabuko/ carros.uol.
Comentários

Novidades

Topo
error: Sinto muito! Conteúdo protegido.