Alimentação

Triste realidade: De acordo com OMS, Diabetes já mata 1,5 milhão de pessoas ao ano

A diabetes já afeta 1 em cada 11 adultos, o que já é considerada uma marcha implacável da doença. A Organização Mundial da Saúde alertou que os casos praticamente quadruplicaram entre os anos de 1980 a 2014, passando de 108 milhões para 422 milhões. A principal característica da doença, níveis elevados de açúcar no sangue, é responsável por 3,7 milhões de mortes por ano.

Um relatório elaborado pela instituição juntou os tipos 1 e 2 de diabetes, mas foi observado que o aumento de casos é maior no tipo 2, que está ligado à alimentação pouco saudável e falta de exercício físico. Esse aumento está relacionado ao número de pessoas com sobrepeso. Atualmente, 1 em cada três pessoas no mundo tem sobrepeso.


A falta de controle nos níveis de açúcar no sangue pode ter consequências muito sérias: pode triplicar os riscos de ataque cardíaco e aumentar em 20 vezes as chances de amputação das pernas, aumentar os riscos de derrame, falência nos rins, cegueira e complicações na gestação.

Relação-da-confusão-mental-e-do-diabetes-0002

Os países de baixa e média renda estão entre os que mais sofrem com os casos novos. Países como Kuwait e Catar já apresentam 20% da população com diabetes. Para isso, a OMS diz que a solução para o problema deve ser envolver a sociedade como um todo para conseguir frear o aumento de casos. Além disso, são necessárias ações para propagar uma vida mais saudável e garantir que a população se alimente melhor e faça exercícios físicos.

Outro fato preocupante é que dois terços dos países de baixa renda não conseguem acompanhar os casos de diabetes, e o tratamento com insulina ou metformina geralmente não está disponível para a maioria das pessoas. Isso deve ser mudado, já que essas são as pessoas que mais precisam de ajuda, pois residem em países em desenvolvimento.

Fonte: bbc  
Imagens: Reprodução/manualdadiabetes/fatordiabetes

⚠  ATENÇÃO:  Nosso novo site, especial para mulheres, já está no ar. Acesse Diário Mulher.



Comentários

Novidades

Topo