Anomalias e doenças

Homem de 34 anos só tem 100 orgasmos restantes antes que nunca mais conseguir fazer sexo



Se você homem pensa que tem muitos problemas, não sabe da história de um homem identificado apenas como ‘RLS’. Ele é portador de fibrose idiopática do corpo cavernoso, uma doença extremamente rara. Os especialistas já avisaram: ele tem apenas mais alguns orgasmos restantes, depois disso, ele nunca mais conseguirá sentir prazer nesta vida.

A doença, também conhecida como “doença de Peyronie”, faz com que uma reação autoimune que forma um tecido cicatrizante na região do corpo cavernoso cada vez que o homem tem uma ereção. Esta reação impede que o fluxo sanguíneo aumente e prejudica a ereção. No caso deste homem, que tem apenas 34 anos, os médicos estimam que ele tenha apenas mais 100 orgasmos restantes antes de nunca mais poder sentir prazer.


Sou o primeiro caso registrado desse problema. Ninguém sabe me dizer porque está acontecendo. Nunca usei cuecas apertadas ou passei muito tempo em saunas. Nunca tive um trauma nas ‘bolas’. Algumas mulheres do meu passado sugerem que se trata de karma e eu estou começando a acreditar nelas” disse ‘RLS’ que está preocupado e planejando muito bem como irá gastar seus últimos orgasmos.

doenca-de-peyronie

A doença de Peyronie costuma se manifestar por meio de fibroses no pênis que podem provocar deformidades  como curvatura, afinamento, redução do tamanho, acinturamento do pênis, que costumam estar associadas a disfunção erétil (dificuldade de ter e/ou manter ereção) em maior ou menor grau. Esta condição ocorre pela formação de cicatrizes no tecido que reveste o corpo cavernoso do pênis, uma estrutura conhecida como túnica albugínea.

Fonte: revistagalileu/peyronie
   Imagens: Reprodução/marcelothiel/ aumentarlibido
Comentários

Novidades

Topo