Dor no peito pode ser sinônimo de tristeza? Entenda como o seu corpo reage aos seus sentimentos

“Recentemente terminei um namoro de 2 anos e desde então venho sentindo muito triste e chego a sentir um aperto no peito. Fui ao médico e fiz todos os exames e não tenho nada. O aperto no peito pode ser de tristeza?” (Simone Dantas)

Simone, muita calma nessa hora. O que você sente é normal e é derivado da tristeza sim! É comum sentir-se triste em períodos de transição, de perdas de pessoas queridas e em algumas fases complicadas da vida. E como em qualquer estado emocional, nosso corpo reage. E essa dor no peito nada mais é do que uma reação provocada pela liberação do hormônio neurotransmissor produzido pelo sistema endócrino, mais precisamente na glândula suprarrenal, a adrenalina.

Quando passamos por uma situação de estresse, seja tristeza ou ansiedade, o cérebro envia uma mensagem para que nosso corpo libere a adrenalina. Isso faz com que nosso corpo fique em estado de alerta, como é o caso da reação de “luta-e-fuga” que explicamos nesse texto aqui. Em outras palavras, nosso corpo decreta um “estado de emergência”, se prevenindo, e com a liberação da adrenalina algumas reações, como a tonificação dos músculos, o aceleramento dos batimentos cardíacos e a dilatação das pupilas, são comuns. Com a contração muscular, principalmente do tórax, o objetivo do corpo é aumentar a quantidade de oxigênio no sangue para fornecer mais energia caso necessário, permitindo que o corpo possa agir com rapidez. Essa tensão pode ser tão grande a ponto de gerar dor no tórax.

Capturar

Nesses momentos de extremo estresse, técnicas de respiração podem ser muito úteis. No entanto, é importante saber diferenciar uma simples tristeza, de problemas de saúde como a depressão ou mesmo doenças cardíacas. Caso a sua tristeza não passe após algum tempo e surjam estados de apatia, indiferença, falta de esperança, de perspectivas ou de prazer pela vida, pode ser sinal de que a sua tristeza se trata de uma depressão. E como qualquer outra doença, a depressão deve ser tratada!

Emoções muito fortes como brigas e tristezas profundas também podem, com o tempo, levar a problemas cardíacos, podendo inclusive provocar doenças como a Síndrome de Takotsubo, ou também chamada de Síndrome do Coração Partido, por ser cada vez mais comum em pessoas que passam por fortes emoções negativas. Essa síndrome trata-se de uma doença com maior incidência em mulheres em período pós-menopausa, que provoca disfunção no ventrículo esquerdo, tendo como principais sintomas dor e aperto no peito, e em alguns casos, dificuldade em respirar.

Pois é, não se pode preocupar com qualquer dor, e a tristeza até faz bem para nós seres humanos. É um sentimento normal e necessário, com o qual precisamos aprender a lidar. Porém, caso saia do controle, esse sentimento pode provocar danos a saúde. Por isso, Simone, desejo que outro(s) grande(s) amor(es) entre(m) em sua vida e que muitas outras emoções venham por aí. Não evite a dor, pois ela ensina… mas também jamais deixe de viver!

Fonte: revistagalileu/minhavidamundoeducacaoportaldocoracaofatosdesconhecidos 
 Imagens: Reprodução/umjeitobemdiferente/ minhavida