Curiosidades

Menos meninos podem estar nascendo no Japão devido às severas mudanças climáticas

Menos meninos podem estar nascendo no Japão devido às severas mudanças climáticas
Esse texto foi informativo para você?

Um estudo publicado no jornal Fertility and Sterility, sob supervisão do Dr. Misao Fukuda, da M&K Health Institute, concluiu que devido às flutuações de temperatura ocorridas no Japão nos últimos tempos, coincidem com a diminuição do nascimento de homens no Japão.

O estudo abrangeu todo o período de 1968 a 2012, apontando as pesquisas, principalmente, em dois momentos específicos: o verão de 2010 (considerado o mais quente desde 1898) e o inverno de 2011. Ao mesmo tempo, os cientistas analisaram o número de abortos espontâneos e perdas de bebês até 12 semanas de gestação.


Os resultados mostraram que durante o intenso verão, houve um aumento no número de mortes fetais durante o mês de setembro. Nove meses depois, o país foi atingido por um declínio no número de bebês homens. O mesmo aconteceu no inverno de 2011 com abortos espontâneos e decréscimo de nascimento de bebês do sexo masculino, concordando que o crescimento demográfico feminino no Japão tem, sim uma justificativa.

shutterstock_144900295-640x426

Fukuda concluiu que essas flutuações de temperatura, parece ter uma relação com a com a desproporção entre homens e mulheres no Japão. A concepção masculina parece ter uma espécie de  vulnerabilidade a mudanças climáticas. No entanto, o autor reforça que é preciso estudar mais a fundo essas relações com o clima.

Fonte: themarysue/ibtimes/revistagalileu/livescience    Imagens: Reprodução/themarysuerevistagalileu

Comentários

Novidades

Topo