Estudos e pesquisas

Cientistas criam bateria ecológica usando apenas folhas de carvalho queimadas e sódio



Especialistas da Universidade de Maryland, nos EUA, criaram uma bateria usando apenas uma folha de carvalho carbonizada com sódio, altamente reativo. Pesquisas anteriores têm demonstrado que a casca do melão, a casca da banana e musgo de turfa podem ser utilizados da mesma forma, mas a folha facilitaria o processo, pois precisa de menos preparação.

A equipe aqueceu a folha durante uma hora a 1.000 °C para queimar toda a estrutura de carbono subjacente. O lado inferior da folha permaneceu cravejado com poros para absorver água, o que os peritos utilizaram para absorver o eletrólito de sódio que pode transportar uma carga elétrica. As camadas superiores de carbono viraram folhas de carbono “nanoestruturadas” para absorver o sódio que transporta a carga.


Segundo o artigo, publicado no jornal   Applied Materials Interfaces (ACS), os pesquisadores ainda não têm planos para comercializar o produto no momento, o que significa que ainda podem levar anos até que folhas sejam utilizadas na fabricação das baterias convencionais.

30B1CA4100000578-3422660-The_lower_side_of_the_leaf_remained_studded_with_pores_for_absor-m-13_1454069476933

O lado inferior da folha permaneceu cravejado com poros para absorver água, o que os peritos utilizaram para absorver o eletrólito de sódio que pode transportar uma carga elétrica.

A maioria das baterias recarregáveis ??usadas hoje em dia são de lítio, mas o objetivo é que baterias possam ser feitas utilizando sódio, que é capaz de armazenar mais carga. Até agora, porém, os especialistas lutam para encontrar um material ânodo compatível com o sódio. Embora o grafeno com vários materiais possa atrair e reter sódio, tais ânodos são demorados e caros de produzir. Em comparação, as folhas são uma opção muito mais rápida e barata.

Fonte: MailOnline   Imagens: Reprodução/MailOnline
Comentários

Novidades

Topo