Alimentação

Usar plástico filme em alimento quente faz ele liberar uma substância que engorda e dá câncer

Usar plástico filme em alimento quente faz ele liberar uma substância que engorda e dá câncer
Esse texto foi útil para você?

Diversos profissionais têm alertado para a presença nos plásticos de compostos químicos xenobióticos, ou seja, estranhos ao organismo, que agem como um falso hormônio e desequilibram todo o metabolismo. O Bisfenol A (BPA) é uma substância encontrada nos plásticos transparentes à base de policarbonato bastante prejudicial à saúde.

Segundo especialistas, o BPA faz parte de um grupo de toxinas que têm a capacidade de interferir na síntese, na secreção e na ação de vários hormônios. O que pode também ser causa do ganho de peso. Ele se comporta no organismo de maneira semelhante ao hormônio feminino estrogênio, afetando o funcionamento de glândulas como a tireoide, e também ovários.


plastico-filme

O bisfenol A é bem instável e pode passar do recipiente para a comida com uma simples mudança de temperatura, como ao colocá-lo na geladeira ou no micro-ondas. Por isso, se você precisar vedar um recipiente de vidro ou livre do composto, saiba que é preciso antes esperar que o alimento esfrie para evitar o suor que contamina o alimento. Além de estar presente no plástico filme, muito usado na cozinha, essa toxina estranha ao organismo aparece também no revestimento de latas de conserva como milho e ervilha, extrato de tomate e outros.

Fonte: bolsademulher1/ bolsademulher2/ nutrifeliz     Imagens: Reprodução/ wscom

Comentários

Novidades

Topo