Comportamento

O desenho de uma criança de 4 anos indica o nível de inteligência que ela terá na adolescência e vida adulta, diz estudo



Quando uma criança de 4 anos de idade desenha outra criança, resultado deste desenho pode ser um indicativo de inteligência na adolescência e na fase adulta, de acordo com um estudo do Instituto de Psiquiatria do Kings College London, publicado na revista Psychological Science.

Para chegar a essa conclusão, os pesquisadores estudaram 7.752 pares de gêmeos idênticos e não-idênticos (um total de 15.504 crianças) do  Medical Research Council  (MRC) e descobriram que a ligação entre o desenho e inteligência na adolescência era influenciado por genes .


Aos 4 anos crianças foram convidados por seus pais para completar um teste “Desenhe-a-criança”. Cada figura foi classificada entre 0 e 12 pontos, dependendo da presença e correta quantidade de funcionalidades, tais como cabeça, olhos, nariz, boca, orelhas, cabelo, corpo, braços etc. Por exemplo, um desenho com duas pernas, dois braços, um corpo e cabeça, mas sem características faciais, marcaria 4 pontos. Juntamente com os desenhos, os pesquisadores aplicaram testes de inteligência às crianças. Os mesmos testes foram repetidos quando os meninos e meninas completaram 14 anos. Os pesquisadores então descobriram que as crianças que receberam maiores pontuações nos desenhos, foram associadas a maiores níveis de inteligência aos 14 anos.

Apesar dos resultados, Dr. Rosalind Arden , autor principal do artigo, apesar de os resultados da pesquisas serem bastante consistentes,  essa correlação dos bons desenhos e inteligência na adolescência é moderada e não significa que os pais devem se preocupar se a criança desenha mal. A habilidade no desenho não determina a  inteligência, há inúmeros fatores genéticos e ambientais que afetam a inteligência mais tarde na vida de uma criança.

140818204114-large

Dr. Arden explica: “Esses resultados não significam que há um “gene do desenho”, a capacidade de uma criança para desenhar depende de muitas outras habilidades, tais como a observação, e a forma como segura o lápis e outros. Ainda há um longo caminho para a compreensão de como os genes influenciam todos esses tipos diferentes de comportamento. ”

A pesquisadora ainda acrescenta: “O desenho é um comportamento antigo, que remonta além de 15.000 anos atrás. Através do desenho, estamos tentando mostrar a alguém o que está em nossa mente. Essa capacidade de reproduzir figuras é exclusiva dos humanos e um sinal de habilidade cognitiva. Algo similar à escrita, que transformou a capacidade da espécie humana de armazenar informação e construir uma civilização.”

Fonte: myscienceacademy    Imagens: Reprodução/myscienceacademy
Comentários

Novidades

Topo
error: Sinto muito! Conteúdo protegido.