Animais

Sabia que você anda comendo diariamente corante alimentício feito com insetos triturados?





A entomofagia se refere a alimentação à base de insetos, uma prática muito comum nos países asiáticos e que mesmo apresentando diversas vantagens, como o seu valor nutricional (ricos em proteína, lipídios, fibras, vitaminas e minerais) e a redução de impactos ambientais (quando comparados com a criação de bovinos, por exemplo), a maioria das pessoas costumam rejeitar essa ideia por a considerarem nojenta. Mas e se eu te contasse que essa realidade não está tão distante assim do nosso dia a dia?

Como já foi abordado em um outro texto daqui do Diário de Biologia, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) permite a presença de matérias estranhas (ingredientes que não façam parte do produto), ou seja, por mais que durante a fabricação e manipulação do produto exista o máximo cuidado, é muito provável que ainda assim exista algum vestígio de um inseto, por exemplo, e tanto eu quanto você estamos consumindo sem nem ao menos notar.


Mas agora vamos ser mais específicos. Vamos partir para o assunto de corantes. Você já parou para pensar de onde são extraídos? A cochonilha é uma praga de jardim que apresenta a cor branca. Dela é extraído o corante carmim, a partir de um processo com o corpo seco da fêmea. Esse corante é considerado natural por ser retirado de um inseto (Dactylopius coccus). Dos produtos que utilizamos diariamente podemos incluir alimentos (iogurte, biscoito, sorvete), tintas, roupas e cosméticos.

cochonilha

As cochonilhas fêmeas sugam a seiva das plantas por bicos pequenos, chamados estiletes. O açúcar ingerido em excesso é eliminado, já que não ocorre a sua digestão. A partir daí, começa a ocorrer uma associação muito interessante entre as cochonilhas e as formigas. A expulsão desse melado (açúcar em excesso) atraem as formigas, que passam a cuidar das cochonilhas (dando proteção e até mesmo realizando sua limpeza) e até a carregam, mesmo se já forem adultas. Esse tipo de relação também ocorre entre as formigas e os pulgões pelo mesmo motivo.

Apesar dessa interação, esse melado também pode trazer malefícios para a saúde da planta, desencadeando doenças como o bolor negro. Nesse aspecto, ocorrem condições favoráveis para o crescimento de fungos. A planta deixa de se tornar atraente, dificultando a realização da sua fotossíntese.

cochonilha_iogurte

Fontes: vestibular/oglobo/super/jornalciencia    Imagens: super/curtoecurioso/avegetaria
Comentários

Novidades

Topo